Empirismo e racionalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (857 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
• Assunto: Empirismo e o racionalismo

“As transformações ocorridas a partir do Renascimento e o início da ciência moderna levaram a um grande questionamento sobre os critérios e métodos paraaquisição ;conhecimento verdadeiro. Uma das funções da filosofia moderna passa a ser a de investigar em que medida o saber científico atinge o seu objetivo de gerar esse conhecimento. Há, inicialmente nafilosofia, duas vertentes sobre a questão do conhecimento: o racionalismo e o empirismo.

O Racionalismo, é habitualmente vinculada ao pensamento francês, e o Empirismo, à cultura anglo-saxônica. ORacionalismo e o Empirismo expressam em comum a preocupação fundamental face aos problemas do conhecimento, ponto de referência básico da filosofia moderna.

RACIONALISMO

O Racionalismo dosséculos XVII e XVIII é a doutrina que afirma ser a razão o único órgão adequado e completo do saber, de modo que todo conhecimento verdadeiro tem origem racional (a priori). Por tal motivo, essacorrente filosófica é chamada de Racionalismo “gnosiológico” ou “epistemológico”. A importância conferida à razão por Descartes e pelos cartesianos seus seguidores é um modo de racionalizar a Realidade,um lastro “metafísico” de cunho racional, levando-os a afirma que a razão é a única faculdade de propiciar um conhecimento adequado da realidade. A razão, por iluminar o real e perceber as conexões erelações que o constituem, é a capacidade de apreender os fenômenos nas suas articulações ou interdependência em que se encontram uns com os outros .

As bases do Racionalismo epistemológicoforam lançadas por René Descartes e desenvolvidas pelos grandes cartesianos, Baruch Spinoza, Nicolas Malembrache, Wilhelm Gottfried Leibniz, estendendo-se, através deste, ao Iluminismo alemão, comChristian Wolf e outros mais. A desagregação da síntese aristotélico-escolástica de alma e corpo, iniciada no Nominalismo do século XIV (Guilherme Ockam), e a paralela separação entre conhecimento sensível...
tracking img