Emilli

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Émile Durkheim nasceu na cidade de Épinal (região de Lorena, França) no dia 15 de abril de 1858. Faleceu em Paris, capital francesa, em 15 de novembro de 1917. É considerado, junto com Max Weber,um dos fundadores da sociologia moderna essa é um ramo das ciências humanas que estuda as relações sociais e seus fenômenos. Ele fazia parte de uma família pobre de origem judia. Desde jovem, foi umopositor da educação religiosa e defendia o método científico como forma de desenvolvimento do conhecimento. Em boa parte dos seus trabalhos, procurou demonstrar que os fenômenos religiosos tinhamorigem em acontecimentos sociais.
Durkheim ingressou na Escola Normal Superior de Paris em 1879, depois de 8 anos ele se tornou o primeiro professor na França de Ciência Sociológica .Pouco tempodepois, mais precisamente entre os anos de 1893 e 1895, Durkheim redigiu as suas duas principais obras: Da divisão do Trabalho Social e As Regras do Método Social e As Regras do Método Sociológico.Durkheim entende que o indivíduo nasce da sociedade, e não a sociedade nasce do indivíduo. O primado da sociedade sobre o indivíduo tem pelo menos dois sentidos, que no fundo nada tem de paradoxal. Oprimeiro é o da prioridade histórica das sociedades em que os indivíduos se assemelham uns aos outros e estão, por assim dizer, perdidos do todo, com relação àquelas sociedades cujos membrosadquiriram ao mesmo tempo consciência da sua responsabilidade e da capacidade que têm de exprimi-la. O segundo baseado numa prioridade lógica de explicação dos fenômenos sociais. Se a solidariedade mecânicaprecedeu a solidariedade orgânica, não se pode, com efeito, explicar os fenômenos da diferenciação social e da solidariedade orgânica a partir dos indivíduos. A consciência da individualidade nãopode existir antes da solidariedade orgânica e da divisão do trabalho. A busca racional do aumento da produção não pode explicar a diferenciação social, pois
esta pressupõe tal diferenciação...
tracking img