Emile d.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Segundo Durkeim todo indivíduo em qualquer contexto social possui duas consciência. Uma responsável pela parte em que cada indivíduo é único pelos frutos de suas própriasexperiências, esta é a consciência individual. Outra é responsável pelo pensamento do indivíduo como parte de uma, não em suas características pessoais mas sim como integrante de umtodo social que transcende a individualidade.
Nas sociedades primitivas, segundo o autor a consciência coletiva está mais presente nos indivíduos que a própria consciênciaindividual, sendo assim é a sociedade quem determina o destino das pessoas gerando o que o autor denomina solidariedade mecânica, pela qual os indivíduos se sentem parte da sociedadecumprindo um papel pre-determinado, ou seja mecanicamente a sociedade conduz o indivíduo a assumir o seu papel. Como neste tipo de sociedade a consciência individual possui poucoespaço o indivíduo não tem possibilidade de escolhas sobre o próprio destino.
Nas sociedades modernas a consciência coletiva cede espaço para a consciência individual sem deixarde existir. Os indivíduos continuam tendo duas consciências, a coletiva e a individual, entretanto, a consciência individual se sobressai, sendo assim os indivíduos escolhem seupróprio destino que não é determinado de forma mecânica pela sociedade. Este processo gera o que o autor chama solidariedade orgânica, onde o indivíduo se sente parte da sociedadepor cumprir o seu papel escolhido por si mesmo.
Nesse sentido, o papel da divisão social do trabalho é possibilitar a integração do indivíduo a sociedade de forma orgânica. Aespecialização permite um acréscimo das possibilidades de escolhas individuais e cada pessoa, mesmo escolhendo seu destino, mantem-se como integrante do todo.
( google)
tracking img