Emile durkheim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (298 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Forma de pansamento de Emile Durkheim

Durkheim parte do princípio que o homem seria apenas um animal selvagem que só se tornou Humano porque se tornou sociável, ou seja, foi capaz deaprender hábitos e costumes característicos de seu grupo social para poder conviver no meio deste. Este processo de aprendizagem , Durkheim chamou de "Socialização" a consciência seria então formada durante a nossa socialização e seria composta por tudo aquilo que habita nossas mentes e que nos orienta em como devemos ser,no jeito de se vestir e de noscomportarmos,esse ‘tudo’ ele chamou de ‘Fatos Sociais’ e afirmou que eram os verdadeiros objetos de estudos da sociologia.
Ele também dizia que nem tudo que uma pessoa fais é um fato social paraser um fato social tem de atender a três características: generalidade, exterioridade e coercitividade. Isto é, o que as pessoas sentem, pensam ou fazem independente de suas vontadesindividuais, é um comportamento estabelecido pela sociedade.Durkheim concluiu que os fatos sociais atingem toda a sociedade.Partindo deste raciocínio ele desenvolve dois dos seusprincipais conceitos: Instituição social e Anomia. A instituição social é um mecanismo de proteção da sociedade, é o conjunto de regras e procedimentos padronizados socialmente. Durkheim acredita que essas instituições são valorosas e parte em sua defesa ,o que o deixou com uma certa reputação de conservador .Uma sociedade sem regras claras (num conceito do próprioDurkheim, "em estado de anomia"), sem valores, sem limites leva o ser humano ao desespero.  A anomia era a grande inimiga da sociedade, algo que devia ser vencido, e a sociologia era o meiopara isso.  O importante para Durkheim é que o indivíduo realmente se sinta parte de um todo, que realmente precise da sociedade de forma orgânica, interiorizada e não meramente mecânica.
tracking img