Emergencias aquaticas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5248 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO
ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA
BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

ELINE MIRELLY ALVES DE ALBUQUERQUE

EMERGÊNCIAS AQUÁTICAS
(UMA RELAÇÃO COM O ATLETA MORTO EM UMA MARATONA AQUÁTICA)

Recife-PE
2010

EMERGÊNCIAS AQUÁTICAS
MORTE DO NADADOR NORTE-AMERICANO
O nadador americano Fran Crippen morreu durante a última etapa da Copa do Mundo de MaratonaAquática. "Com imenso pesar, a Federação Internacional de Natação (Fina) lamenta a perda do nadador de águas abertas Fran Crippen (...) e dirige em nome de toda a comunidade da natação, neste momento de pesar, suas mais profundas e sinceras condolências à sua família, amigos e à natação americana", assinalou a Fina, em comunicado. Vários concorrentes se deram conta de que Crippen não tinha terminado aprova quando saíram da água. As equipes de resgate iniciaram as buscas pelo norte-americano e o encontraram inconsciente. Crippen, de 26 anos, foi imediatamente levado a um hospital, onde faleceu. As causas da morte são investigadas.O nadador, que começou a praticar aos 6 anos, deixou as piscinas e passou a competir em águas abertas em 2006. Ele se destacou nas duas últimas edições do Mundial daFina, em Roma (2009), onde conseguiu o bronze nos dez quilômetros, e em Roberval (Canadá, 2010), onde foi o terceiro colocado nos cinco quilômetros. (http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/brasileira-vence-copa-do-mundo-de-maratona-aquatica).
Crippen, que era o vice-líder do ranking mundial até o último sábado, só teve seu corpo encontrado horas depois da chegada. Enquanto disputava aprova, o nadador de 26 anos sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. (http://globoesporte.globo.com/aquaticos/noticia/2010/10/fina-suspende-prova-de-maratonas-aquaticas-apos-morte-de-americano.html)
Estimam-se que a morte foi provocada pela alta temperatura na água em torno de 33°C,que o atleta tenha se desidratado, desmaiado eafundado.(http://sportv.globo.com/videos/v/conquista-de-ana-marcela-na-maratona-aquatica-e-ofuscada-por-morte-de-competidor/1361624/)
Possivelmente o nadador deve ter sofrido uma parada cardíaca, ou até mesmo a temperatura da água deve ter tido uma grande influência. Ele não foi especificamente um “afogamento”, mas fatores que já foram citados e que ainda estão sendo investigados teve relação direta a sua morte. Uma relação direta com emergênciasaquáticas, o atleta poderia até ter salvo com um acompanhamento de especialistas na área de emergências aquáticas em todo trajeto da competição, importantíssimo na preservação da vida dos competidores.
A cada ano mais de 500.000 pessoas falecem em decorrência de afogamento em todo mundo. No Brasil o afogamento representa a 2 causa “mortis” na faixa etária de 5 a 14 anos. Anualmente 7.500 brasileirosmorrem, aproximadamente 600 vítimas não são encontradas, um milhão e trezentos mil são salvos em nossas águas, e 260.000 são hospitalizados, vítimas de afogamento. Estes dados catastróficos impulsionaram um grande avanço nesta área nos últimos 10 anos. O acesso às informações de saúde permitiu importantes mudanças nos métodos de prevenção e na melhoria do estudo de afogados modificando radicalmenteo conhecimento da fisiopatologia, das fases do processo de afogamento e principalmente da abordagem ao afogado proporcionando uma redução de 18% na mortalidade por afogamento nos últimos 20 anos(1979-1998) .
O afogamento é considerado como “Trauma” e contribui com uma parcela significativa na mortalidade Brasileira hoje em dia. Quando avaliamos a mortalidade no contexto geral considerandotodas as idades, o trauma se encontra em segundo lugar ficando atrás apenas das doenças do aparelho circulatório com 249.639 (27,63%) mortes. O afogamento diferentemente de outras doenças ocorre inesperadamente na grande maioria das vezes, o que gera invariavelmente uma situação caótica dentro do âmbito familiar. O afogamento está em sua grande maioria relacionado ao lazer familiar e é...
tracking img