Embriologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1243 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DA AMAZÔNIA OCIDENTAL
FAAO

EMBRIOLOGIA



Rio Branco

2012
Talyta dos Santos FrançaEmbriologia

Trabalho da disciplina Genética
Tem com objetivo a obtenção da
Nota da 4 N.P.C.

Rio Branco2012
1. Segmentação ou Clivagem
Clivagem, para a Embriologia, é o nome que se dá ao processo específico de divisão celular equacional (=mitose) no início do desenvolvimento embrionário, pelo qual o zigoto, também dito célula-ovo, originará a multicelulariedade do embrião. O que define como se processará uma clivagem é a quantidade de vitelos existentes e a sua distribuição dentrodos ovos. Pode ser clivagem holoblástica (ou total): igual ou desigual ou meroblástica (ou parcial): discoidal ou periférica.
Após a fecundação, o zigoto começa um processo de divisão para formar os dois primeiros segmentos, que surgem da separação da célula-ovo em duas células-filhas, que serão chamadas blastômeros. Essa divisão ocorre pelo processo de mitose, onde todas as células terão omesmo material genético daquelas das quais se originaram.
2. Neurulação
A neurulação faz parte da organogênese nos embriões vertebrados e inicia a formação do sistema neural, comitantemente à de outras estruturas importantes para a sustentação do embrião. Até a fase da gástrula, desenvolve-se principalmente o esboço do sistema digestório do animal. Já na fase subsequente, chamada denêurula, inicia-se o desenvolvimento do sistema nervoso (Central e periférico [total]). Na formação da nêurula, o ectoderma, situado ao longo da região dorsal do embrião, sofre uma invaginação e origina a placa neural. Essa estrutura levará à formação do tubo neural dorsal, que depois formará todo o sistema nervoso do animal. O teto do arquêntero forma dois novos conjuntos de células que originamo tecido mesoderma, forma-se uma cavidade denominada celoma. Ao longo do corpo do embrião observam-se blocos de tecido mesodérmico denominado somitos. Ao mesmo tempo, o tecido superior (teto) do arquêntero sofre invaginação e origina a notocorda, estrutura que realiza a sustentação do embrião. Nos animais protocordados, essa estrutura permanece a vida toda do animal; já nos vertebrados, é asubstituição pela coluna vertebral. Diferentes porções do tubo neural formam-se através de processos diferentes, chamados neurulação primária e secundária, em diferentes espécies:
* Na neurulação primária a placa neural dobra-se para dentro até as pontes entrarem em contato e se fundirem.
* Na neurulação secundária o tubo forma-se ao escavar o interior de um antecessor sólido
3. OrganogêneseDurante a organogênese, ocorrem divisões e especializações celulares. Os três folhetos embrionários dão origem a órgãos e estruturas do corpo do embrião, além dos anexos embrionários.
* Ectoderme
* Mesoderme
* Endoderme
4. Ectoderme
A ectoderma origina a epiderme e seus anexos (pelos, unhas, cascos, chifres etc.),três mucosas corpóreas(oral, anal e nasal),o esmalte dos dentes, o sistema nervoso (através do tubo neural), a retina, o cristalino, a córnea (esses três últimos no olho), a hipófise, entre outros;
5. Mesoderme
A mesoderma, por sua vez, é dividida em epímero, mesômero e hipômero. O epímero forma o esqueleto axial, a derme (tecido conjuntivo) e o tecido muscular. O mesômero, rins, gônadas eureteres. Por fim, o hipômero,...
tracking img