Embriologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1012 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Qual a finalidade da técnica de transferência de embriões em bovinos?

A transferência de embriões (TE) é uma biotécnica que permite recolher embriões de uma fêmea doadora e transferi-los para fêmeas receptoras com a finalidade de completarem o período de gestação. Apesar dos procedimentos sofisticados necessários para sua implementação, a TE é uma biotécnica mundialmente difundida. Suaimportância básica para a produção animal consiste na possibilidade de uma fêmea produzir um número de descendentes muito superior ao que seria possível obter fisiologicamente durante sua vida reprodutiva. Além de equacionar problemas relativos a questões de ordem genética e sanitária, contribui para ampliar os conhecimentos de fisiologia, patologia e endocrinologia decorrentes da relação entreembrião, órgãos genitais internos e sistema nervoso central.

2. No uso de biotécnicas em bovinos é necessário um conhecimento do ciclo estral das fêmeas. Qual a duração deste ciclo? Em que fases o ciclo estral é subdivido?

Quando mantidos em condições ambientais adequadas apresentam ciclo estral com duração aproximada de 21 dias, sendo constituído das fases de proestro (3 dias), estro oufase estrogênica/proliferativa (± 18 horas), metaestro (2 a 3 dias) e diestro ou fase luteínica/secretória (± 14 dias).

Fase Folicular
[pic][pic]
Ovário contendo folículo em desenvolvimento.
Fase Luteínica
[pic][pic]
a) Ovário com corpo lúteo. b) Corte longitudinal do ovário evidenciando o corpo lúteo.
[pic]Representação esquemática das variações, na concentração
dos principais hormôniosque regulam o cicio estral em bovinos.

3. No que consiste a superovulação?

A superovulação pode ser definida como um método de estimular diversos folículos terciários, folículos que se tornariam atrésicos, desenvolverem até o estádio de pré-ovulação, com subseqüente ovulação. O tratamento superovulatório objetiva suprir a deficiência da concentração de FSH antes que o folículo dominantepromova a redução da concentração endógena dessa gonadotrofina. Desse modo, os efeitos da dominância folicular são neutralizados, a divergência impedida e o desenvolvimento simultâneo de vários folículos com características fisiológicas semelhantes daqueles selecionados para ovularem, torna-se possível. A TE deve ser iniciada no momento da emergência da onda folicular (porque os folículos estarãosensíveis à ação do FSH). Durante a superovulação - mudança brusca no perfil hormonal das doadoras - aumenta a concentração de estrógenos.

4. Caracterize o desenvolvimento embrionário inicial, identificando os estágios embrionários até o estágio de blastocisto.

Classificação dos estágios de desenvolvimento embrionário em bovinos, considerando-se os códigos recomendados pela IETS (1988).Código 1: 1 célula (dia 1) - Pró núcleos feminino e masculino (zigoto)
Código 2: 2 células (dia 2)
Código 2: 4 células (dia 3)
Código 3: Mórula inicial (dia 4-5) -13 a mais de 32 blastômeros - até 16 células consegue-se boa separação mecânica.
Código 4: Mórula (dia 6)
Código 5: Blastocisto inicial (dia 7)
Código 6: Blastocisto (dia -7-8)
Código 7: Blastocisto expandido (dia 8-9)
Código8: Blastocisto eclodido (dia 9)
Código 9: Blastocisto eclodido expandido (dia 9-10).
Recomenda-se a utilização de embriões em estágios que antecedam a eclosão embrionária.
[pic]



|Estádio |Código da |Número de |Diâmetro |Características principais |
| |IETS |células |(mm) ||
|Oócito |1 |1 |0,14-0,17 |Esférico. Restos de células da granulosa podem estar |
| | | | |presentes |
|Zigoto | |1 |0,17-0,17...
tracking img