embalagem e acondicionamento dos produtos farmaceuticos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1527 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Embalagem e
Acondicionamento
dos Produtos
Farmacêuticos
Docente: Carla Vaz
Discente: Sue do Rosário
Ciências Farmacêuticas 4º ano
09/12/2014

• “A embalagem pode ser definida como um
meio económico de provir apresentação,
protecção,
identificação/informação,
acondicionamento,
praticidade
e
aceitabilidade para um produto durante o seu
armazenamento, o seu transporte, a suaexposição e o seu uso até o momento da sua
utilização ou administração.”
• “Sistema coordenado de preparação de
produtos para transporte, distribuição,
armazenamento e uso final.”

Objectivo
• O
papel
da
embalagem
e
do
acondicionamento é dar especial atenção a
vida útil de todos os produtos farmacêuticos,
sejam eles produtos de tarja preta, vermelho
ou de venda livre, que dependem decertas
funções da embalagem.

• A embalagem deve ser económica, e desse modo,
participar da rentabilidade do produto;
• Deve conceder protecção contra os riscos ligados ao
clima e de origens biológicas, químicas e físicas;
• Deve conceder apresentação aceitável que
contribua ou aumente a confiança no produto;
• Deve ter informação e identificação adequadas;
• Deve contribuir nos aspectosde praticidade e de
aceitabilidade.

Qual a embalagem
ideal????

• A imagem externa da embalagem não deve
somente
estar
de
acordo
com
aceitabilidade/confiabilidade
devida
ao
produto, deve prover identificação clara e
concisa do produto, informação adequada
relacionada com o conteúdo, a via de
administração,
as
condições
de
armazenamento, o número de lote, o prazo devalidade, o nome e o endereço do fabricante e
número de registro do produto, mas também
influir positivamente na aderência do paciente.

• Os factores da embalagem estão associadas
com a sua função.
Temos três (3) tipos de embalagem:
 A embalagem Primária;
 A embalagem Secundária;
 E a embalagem Terciária (Embarque).

Embalagem Primária
• Consiste nos dispositivos de acondicionamentoque promove o contacto directo com o produto
(frasco, tampa etc…).
• Ela também representa a embalagem “de uso”,
deve funcionar adequadamente nas mãos do
usuário como modo de administração do
medicamento.

• Tem como principal função, conter e
restringir qualquer risco químico, climático
ou biológico, ou mesmo, mecânico, que
possa causar ou conduzir á deterioração do
produto. Embalagem Secundária
• Este proporciona, principalmente, a protecção
física adicional necessário para assegurar o
armazenamento e o fornecimento seguros do
produto. (contacto com a embalagem primária)
• É nesta embalagem que contem informações de
muita importância na satisfação do paciente.

Embalagem Terciária
• Esta embalagem é especificamente utilizada
para o transporte do produto(embalagem
secundaria), permitindo que quantidades
granel possa chegar nos pacientes.

A Embalagem como Protecção
• Não existe nenhum informação ou ordem
particular de importância de como os riscos
são relevantes a um produto específico,
podendo variar tanto no número como em
seu potencial crítico.
• Estes riscos envolvem, factores mecânicos ou
físicos, climáticos, biológicos e químicos. Riscos Mecânicos ou Físicos
• Dano de choque ou impacto;
• Compressão;
• Vibração;
• Abrasão;
• Furos e perfuração.

Riscos Climáticos ou Ambientais







humidade;
Temperatura;
Pressão;
Luz;
Gases atmosféricos;
Contaminação por sólidos do ar (partículas).

Riscos Biológicos
• Microbiológicos;
• Outras formas de infestação( ataque por
insectos, cupins, animaisnocivos, roedores, ou
qualquer outra fonte de contaminação por
pássaros ou animais);
• Riscos de fraude e de adulteração.

Riscos Químicos
• O risco principal a considerar é a interacção ou
incompatibilidade entre o produto e a
embalagem.
• A investigação da compatibilidade deve
detectar qualquer alteração que possa ocorrer
entre o produto e a embalagem e vice-versa.
(contaminação,...
tracking img