Elias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4650 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A SOCIOLOGIA PROCESSUAL DE NORBERT ELIAS
Tatiana Savoia Landini1 tatalan@uol.com.br
Resumo O presente trabalho busca definir os princípios básicos da sociologia de Norbert Elias, ou seja, responder à pergunta: o que é fazer uma pesquisa seguindo a tradição eliasiana? Ao longo do trabalho, serão definidos os quatro pontos que melhor caracterizam a sociologia processual: sociologia diz respeito apessoas no plural (figurações); as figurações formadas pelas pessoas estão continuamente em fluxo; os desenvolvimentos de longo prazo são em grande medida não planejados e não previsíveis; o desenvolvimento do saber dá-se dentro das figurações, e é um dos aspectos importantes do desenvolvimento. Palavras-chave: Norbert Elias; teoria sociológica; sociologia alemã.

Norbert Elias é conhecidoprincipalmente por seu livro O Processo Civilizador (2000), publicado pela primeira vez na Suíça em 19392. Nessa, que é reconhecida como sua obra magna, Elias propõe o seguinte problema, a princípio bastante simples: se uma pessoa que vive em nossa época fosse transportada até tempos passados em sua própria sociedade, certamente veria um modo de vida muito diferente do seu, alguns costumesprovavelmente lhe causariam asco, enquanto outros lhe causariam curiosidade e até atração – em suma, encontraria muito daquilo que vê em sociedades atuais às quais considera incivilizadas. Apesar de o problema ser bastante simples, as perguntas correspondentes a essa situação – como se deu essa mudança? em que consiste? quais são suas forças motrizes? – não comportam uma resposta rudimentar. São essasperguntas que O Processo Civilizador procura responder. O livro está dividido em 4 partes. Na primeira, Elias examina os diferentes significados da palavra civilização, na Alemanha e na França, ou seja, os significados atribuídos por cada uma dessas culturas, sua definição êmica. Precursor do conceito de civilização, o conceito de civilidade, utilizado primeiramente na França do século XVI, mas tambémna Inglaterra, Itália e Alemanha, demarcava o comportamento da corte, explicitando as barreiras sociais entre esse grupo e o restante da sociedade (Fletcher, 1997: 7). Na Europa do século XIX, o conceito de civilização possuía dois significados: em primeiro lugar, era o conceito utilizado pela corte para opor-se ao barbarismo e, em segundo, transmitia a idéia de um processo com um objetivo,envolvendo o refinamento do
1

Mestre e doutoranda pelo Departamento de Sociologia da FFLCH / USP. O presente trabalho constitui parte da introdução da tese da autora, a ser defendida em dezembro de 2005. 2 Quando foi lançado, o livro O Processo Civilizador fez muito pouco sucesso. Como lembra Mennell (1998: 3), aquela realmente não era uma boa hora para o lançamento de um livro escrito em alemão porum judeu e que, sobretudo, falava sobre civilização. Para uma visão geral das resenhas publicadas à época, ver Goudsblom, 1994.

comportamento social e a pacificação interna do país (Fletcher, 1997: 9). Nas palavras de Elias, o conceito de civilização
“expressa a autoconsciência do Ocidente. Poderíamos inclusive afirmar: a consciência nacional. Ele resume tudo em que a sociedade ocidental dosúltimos dois ou três séculos se julga superior a sociedades mais antigas ou a sociedades contemporâneas ‘mais primitivas’. Com esse termo, a sociedade ocidental procura descrever em que constitui seu caráter especial e tudo aquilo de que se orgulha: o nível de sua tecnologia, a natureza de suas maneiras (costumes), o desenvolvimento de seu conhecimento científico ou visão de mundo, e muito mais”(Elias, 2000: 5).

Ao buscar a definição êmica, o autor questiona a crença no progresso e na ‘civilização’ européia; ou seja, em vez de aceitar essa convicção e incorporá-la em sua obra, percorre o caminho oposto, problematizando a própria definição. Dito de outra forma, busca entender o conceito de civilização – assim como o de civilidade e cortesia – relacionando-o ao desenvolvimento da...
tracking img