Eletro terapia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8138 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ozônio terapia
É um aparelho que trabalha com correntes alternadas de alta freqüência, entre 100.00 e 200.00 Hz, com uma tensão que oscila entre 25.000 e 40.000 V e uma intensidade da ordem de 100 mA²
O aparelho consiste num gerador de alta freqüência, num porta-eletrodos e em diversos eletrodos de vidro.
As corrente de alta freqüência, alta voltagem e baixa intensidade são geradas por umdispositivo eletrônico que consta de vários circuitos transitórios que transformam, retificam e posteriormente produzem correntes de alta freqüência a partir da corrente elétrica de uso doméstico que se é provida através da rede.
Os eletrodos de vidro são ocos e contêm em seu interior um vácuo parcial, quer dizer, ar rarefeito ou um outro gás.A passagem da corrente provoca uma ionização dasmoléculas de gás, as quais, sob o forte impacto energético, tornam-se fluorescentes.Os eletrodos provocam a formação de ozônio ao nível da pele.
Ação.
A passagem de ondas eletromagnéticas por ar ou outros gases rarefeitos, provoca a formação de ozônio, como acontece por exemplo na ozonosfera do nosso planeta ( as ondas eletromagnéticas do sol passam pelo ar rarefeito da ozonosfera, gerando ozônio).
Processos químicos nos eletrodos
O ozônio é uma substância instável que se decompõe rapidamente em oxigênio molecular ( O2) e em oxigênio atomar ( atômico ) ( O) . A grande ação desinfetante do ozônio reside na grande agressividade do oxigênio atomar ( atômico )nascente que é liberado durante a decomposição do ozônio.O envelhecimento celular está ligado a ação dos radicais livres, e ooxigênio é um dos percursores desta ação, através da oxidação das estruturas orgânicas.. O oxigênio atomar é o oxidante mais agressivo depois do flúor.Ele é um radical livre.
Baseado nas considerações sobre os radicais livres, os eletrodos de alta freqüência, produtores de ozônio a nível da pele, devem ser utilizados pela esteticista criteriosamente, pois não é lógico que um tratamento estético, quevisa atenuar e atrasar os efeitos do envelhecimento, utilize os eletrodos de alta freqüência, pondo todo o resto do tratamento a perder. A corrente de alta freqüência quando empregada descriteriosamente, é um meio de se envelhecer mas rápido.
Efeitos Fisiológicos
-         Térmico : O principal efeito das correntes de alta freqüência ao atravessar o organismo é a produção de calor. Do efeitotérmico se pode deduzir outro efeito como o de vasodilatação periférica local. Devido ao calor gerado, se consegue um aumento do fluxo sanguíneo e por tanto se produz uma melhora do trofismo, oxigenação e metabolismo celular.
È um efeito comum a todas as formas de aplicação;Se acentua mais nos casos em que o eletrodo se coloca a uma ligeira distância da pele, que quando está em contatodireto.
O efeito térmico obtido é inversamente proporcional á superfície do eletrodo. Por isso para efeitos destrutivos ( fulgurações ) se usam eletrodos de pouca superfície ( em forma de ponta ) já que concentram em um ponto os efeitos térmicos.O efeito térmico obtido é diretamente proporcional ao tempo de aplicação. Os tratamentos mais habituais duram entre 3 e 5 min.
-         Vasodilataçãoe hiperemiante local : Aparece como conseqüência do efeito térmico. Os eletrodos de vidro têm um efeito estimulante sobre a pele, pois aumentam a circulação periférica local.
-         Aumento da oxigenação celular: Bactericida e anti-séptico ( a formação de ozônio ao nível da pele tem ação desinfetante ). As faíscas que saltam entre a superfície do eletrodo e a pele formam, a partir dooxigênio do ar, o ozônio, através da corrente elétrica. O ozônio formado é muito oxidante e por tanto é um bom bactericida, germicida e anti-séptico em geral.
·        Melhora o trofismo dérmico
·        Antinflamatório
·        Analgésico
·        Relaxante muscular superficial
Indicações
-         Desinfecção após a extração das eflorescências acneicas...
tracking img