Eletricidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1586 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Departamento de Engenharia Electrotécnica

Curso de Engenharia Mecânica

Electricidade e Máquinas Elétricas (EMELE) - 2012/2013



Laboratório de Eletricidade/Máquinas Elétricas

Relatório Nº1

Estudo do comportamento de um circuito RC em corrente continua e em corrente alternada

Relatório Nº 2

Estudo do comportamento de um circuito RL em corrente continua e em correntealternada




Nome: Leandro J. Rodrigues Leite Nº 1070427
Nome: Rui Silva Nº 1080531






Turma: 2DC Grupo: E

|1070427 |Trabalho Nº:1 |Trabalho Nº:2 |
| |Data de realização: 26 de Setembro de 2012 |Data de realização: 2 de Outubrode 2012 |


Relatório Nº1

1 – A partir da experiência realizada no ponto 4.1, justifique a situação em que se encontream os LEDs.


|Medição de V1: 7,426 V |Estado do LED D1: ON |
|Medição de I1: 0,0210 mA |Estado do LED D2: ON|



Numa primeira abordagem, depois da montagem do circuito, podemos concluir por observação do estado dos LEDs, que embora a sua polaridade seja contrária, estes parecem estar ligados. No entanto, numa abordagem mais teórica, e uma vez que estamos perante um circuito em corrente alternada, podemos então concluir que os LEDs não estão permanentemente ligados, massim, num estado intermitente, não visível a olho nu, e que se deve ao facto de o condensador estar constantemente a carregar e a descarregar, consoante a alternância de polaridade do circuito AC. Ou seja, de forma mais explícita, no instante em que a fonte de alimentação é ligada ao circuito, o LED D2 (Polarizado directamente) permanece ligado até que o condensador carregue, e, quando se inverte apolaridade, a queda de tensão entre o condensador e o LED D1 (Polarizado inversamente) toma um valor positivo, o que faz com que este permaneça ligado durante a descarga do condensador. Para concluir, é necessário perceber que este fenómeno acontece a 100 ciclos por segundo, que faz com que seja imperceptível ao ser humano. Para podermos observar este fenómeno, teríamos de baixar a frequência dosinal para um valor próximo dos 10 Hz.
2 - A partir da experiência realizada no ponto 4.2, justifique a situação em que se encontream os LEDs.


|Medição de V1: 12,1 V |Estado do LED D1: OFF |
|Medição de I1: 0 mA |Estado do LED D2: OFF|



Neste caso, foi possível verificar que ambos os LEDs permanecem desligados, o que indica claramente que em corrente continua, a partir do momento em que o condensador está totalmente carregado não existe mais passagem de corrente no circuito. No entanto, numa análise mais detalhada, é possível perceber que no instante em que alimentamos o circuito, o LED D2 pisca muitolevemente, até que permanece desligado o resto do tempo. Isto acontece porque nesse mesmo instante, praticamente toda a tensão da fonte está sobre a resistência, a corrente no circuito é máxima e a queda de tensão no condensador é nula.
O que podemos concluir é que se mantivermos o circuito RC ligado em série e se desligarmos a fonte de tensão, o fenómeno descrito anteriormente repete-se,mas desta vez no sentido contrário, ou seja, seria o LED D1 a piscar.




3 – Tendo em atenção a experiência realizada no ponto 4.3:


|100 Hz |Medição de V1: 7,446 V |Medição de I1: 2,28 mA |
|200 Hz |Medição de V1: 7,403 V |Medição de I1: 4,348 mA...
tracking img