Elementos estruturais das rochas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1183 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ELEMENTOS ESTRUTURAIS DAS ROCHAS
O nosso planeta encontra-se em constante mudança, em sua maioria, essas modificações são imperceptíveis para humanidade, pois muitos desses processos demoram milhares a milhões de anos para se realizarem. Tais modificações são responsáveis pela formação dos oceanos, nos deslocamentos das grandes massas continentais e na formação de grandes cadeias demontanhas.
As forças internas da Terra estão em constante ação sobre as rochas, essas forças causam vários tipos de deformações, podendo gerar uma nova forma ou nova geometria, que podem ser observados na superfície terrestre. As deformações que ocorrem podem ser elástica, plástica e por ruptura.
Deformação elástica ocorre quando o corpo sofre ação, ocorrendo sua deformação e ele acabaretornando a sua forma e volume primitivo. Deformação plástica é quase igual à elástica só que o corpo sofre ação, mas não acaba retornando a sua forma primitiva. Deformação por fratura ou ruptura é quando corpo ultrapassa o limite de plasticidade assim se rompendo.
Na crosta terrestre existem duas zonas distintas de deformações a zona de plasticidade que a encontramos a grandes profundidades asrochas tendem a ser mais plástica originando mais dobras e a zona de fratura que é próximo a superfície onde as rochas tendem a ter mais rupturas, falhas e fendas.
Algumas rochas possuem mais facilidade de se dobrarem e transmitirem os esforços recebidos chamadas de rochas competentes existe também as rochas incompetentes que são as que possuem maior tendência a se fraturarem.
Asdobras são ondulações, convexidade ou concavidades, que aparecem em rochas originalmente planas, com amplitudes variando de cm a centenas de km.

As causas dos dobramentos são classificadas em tectônicas que resultam do movimento da crosta terrestre e atectônicas que são resultantes de movimentos localizados sobre influência da gravidade e na superfície terrestre. São de âmbito local einexpressivo.

As dobras são dividas em partes, plano ou superfície axial e o plano ou superfície imaginária que divide uma dobra em duas partes similares, que pode, ou não, ser simétricas, eixo axial ou charneira é a interseção da superfície axial com qualquer camada ou é a linha em torno do qual se dá o dobramento, flancos ou limbos são os dois lados da dobra, crista é a linha resultante daligação dos pontos mais elevados de uma dobra, plano da crista é o plano que, numa dobra, passa por todas as cristas.

A nomenclatura para descrever as dobras:
* Anticlinal é a dobra alongada, na qual os flancos abrem-se para baixo e a convexidade está voltada para o alto, podendo ser simétrica.
* Sinclinal é a dobra alongada, cujos flancos abrem-se para cima e a convexidade está voltada parabaixo, podendo ser simétrica.
* Simétrica é a dobra em que os dois flancos possuem o mesmo ângulo de mergulho.
* Assimétrica os flancos mergulham com diferentes ângulos.
* Deitada é a dobra em que o plano axial é essencialmente horizontal.
* Isoclinal os dois flancos mergulham a ângulos iguais na mesma direção.
* Em leque representada por dois flancos revirados.
* Monoclinalé a dobra em que se dá o encurvamento de apenas uma parte das camadas, permanecendo as demais na sua posição original.

O reconhecimento de dobras não é tão fácil assim, pois varia muito de acordo com o tamanho da dobra, isso ocorre devido a constante alteração que ocorrem como elas, para identificá-las é necessário levar vários pontos em consideração, numa tentativa de se recompor ageometria da antiga dobra.

Falhas são rupturas e deslocamentos ao longo de um plano, e pelo qual as paredes opostas se movem uma em relação à outra, com dimensões que variam de mm até dezenas de km. Sua atitude ou posição é dada pela direção e mergulho.

Elementos de uma falha:
* Plano de falha é a superfície ao longo do qual se deu o deslocamento.
* Linha de falha é a linha...
tracking img