Electromecanica industrial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5778 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Instalações Elétricas – Professor Luiz Henrique Alves Pazzini 104

13 - INSTALAÇÕES DE FORÇA MOTRIZ
13.1 - Introdução
Existem três configurações básicas para alimentação de motores que
operam em condições normais. A primeira delas é a dos circuitos terminais
individuais, isto é, para cada circuito terminal um motor, conforme mostrado na
Figura 13.1.
Figura 13.1: Circuito terminalindividual para alimentação de motores.

Quadro
Terminal

Carga

M1

M2

M3

Circuito
Terminal 1

Circuito
Terminal 2

Circuito
Terminal 3

Circuito
Terminal 4

O tipo da instalação ilustrado na Figura 1 é o caso típico encontrado em
sistemas industriais e comerciais de maior porte
Uma outra configuração muito utilizada para alimentação de motores, e
outras cargas de força, épor circuito de distribuição com derivações para
circuitos terminais específicos. A Figura 13.2 apresenta um exemplo deste tipo
de instalação.
Figura 13.2: Circuito de distribuição com derivações de circuitos
terminais.

Quadro de
distribuição

Circuito
de Distribuição

M1

Circuito
Terminal 1

Circuitos de Distribuição que
alimentam outras cargas

M2

Circuito
Terminal 2M3

Circuito
Terminal 3

Faculdades Integradas de São Paulo - FISP

Instalações Elétricas – Professor Luiz Henrique Alves Pazzini 105

A terceira e última configuração de circuitos para motores é o circuito
terminal com várias cargas. Um único circuito terminal alimenta vários motores
à semelhança dos circuitos de iluminação ou de tomadas para uso geral. Esse
tipo de alimentação sódeve ser aplicado quando os motores forem de pequeno
porte, da ordem de 1 cv. A Figura 13.3 retrata esse tipo de instalação.
Figura 13.3: Circuito terminal alimentando vários motores.
Quadro
Terminal

Circuitos Terminais
que alimentam
outras cargas
Circuito Terminal

M1

M2

M3

Os circuitos terminais de motores exigem dispositivos específicos que os
diferem dos circuitos comunspara alimentação e tomadas. Na origem do
circuito terminal deve existir um dispositivo de seccionamento que só deve ser
operado sem carga, isto é, com o motor desligado. Sua finalidade é promover o
seccionamento para fins de manutenção do circuito. Em seguida, deve existir o
dispositivo de proteção contra correntes de curto circuito. Destaca-se que são
os condutores que devem ser protegidos, enão o motor propriamente dito.
A proteção dos condutores deve ser completada com a utilização de
dispositivos de proteção contra correntes de sobrecargas, que devem proteger
principalmente as bobinas do enrolamento do motor.
Por fim, o circuito terminal deve contar com um dispositivo de manobra
para ligar e desligar o motor de forma segura, tarefa típica dos contatores. A
Figura 13.4 mostraesquematicamente o circuito terminal de alimentação de um
motor.
Figura 13.4: Esquema de um circuito terminal de um motor.
Seccionamento

Proteção contra curto-circuito

Dispositivo de manobra (liga/
desliga)
Proteção contra sobrecarga
Motor

Faculdades Integradas de São Paulo - FISP

Instalações Elétricas – Professor Luiz Henrique Alves Pazzini 106

Para atender às exigênciasfuncionais do circuito terminal do motor,
existem algumas montagens clássicas dos dispositivos:
• seccionador / fusível / relé térmico / contator;
• seccionador-fusível / relé térmico / contator;
• disjuntor termomagnético / contator.
13.2 – Dimensionamento dos condutores do circuito terminal
O dimensionamento dos condutores do circuito terminal do motor deve
atender aos critérios decapacidade de corrente e da máxima queda de tensão.
A corrente do motor a ser considerada é a corrente nominal do motor,
obtida em catálogos ou determinada pela seguinte relação:
I NM =

Pmec • 736
3 • U • fp • η

sendo:
Pmec = potência mecânica do motor [cv];
U = tensão nominal de alimentação do motor [V];
fp = fator de potência do motor;
η = rendimento do motor;
INM = corrente nominal do...
tracking img