Efeito de grupo em estacas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2388 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

1. Introdução 2
1.1 Considerações Preliminares 2
1.2 Conceito de Fundação Profunda 2
1.3 Generalidades 2
2. Bloco sobre Estacas 3
2.1 Critérios de Projeto de Bloco sobre Estacas 4
2.1.1 Procedimentos Gerais do Projeto 4
2.1.2 Distância entre Eixo das Estacas 5
3. Efeito de Grupo 6
3.1 Efeito de Grupo em termos de Capacidade de Carga 6
3.2 Efeito de Grupoem termos de Transferência de Carga 8
3.3 Efeito de Grupo em termos de Recalque 10
4. Conclusão 11
5. Bibliografia 11

1. Introdução
2.1 Considerações Preliminares

Este trabalho visa analisar as características de distribuição de cargas para o solo de uma fundação, tendo como principal foco o chamado Efeito de Grupo de Estacas.

2.2 Conceito de Fundação ProfundaFundações são os elementos estruturais com função de transmitir as cargas da estrutura ao terreno onde ela se apoia (AZEREDO, 1988). Assim, as fundações devem ter resistência adequada para suportar as tensões causadas pelos esforços solicitantes. Além disso, o solo necessita de resistência e rigidez apropriadas para não sofrer ruptura e não apresentar deformações exageradas ou diferenciais.
Asfundações profundas são aquelas em que a carga é transmitida ao terreno através de sua base (resistência de ponta), superfície lateral (resistência de atrito) ou por uma combinação das duas. As fundações profundas estão assentadas a uma profundidade superior ao dobro de sua menor dimensão em planta. A transmissão de carga deste tipo de fundação é feita através de estacas.

2.3 GeneralidadesA interação entre estacas num grupo é um tema considerado bastante complexo, pela dificuldade de se conhecer o efeito de cravação das estacas adjacentes no grupo. Deve-se considerar também o espaçamento entre estacas, as deformações induzidas ao maciço do solo e a capacidade de carga do grupo.

2. Bloco sobre Estacas
As fundações em estacas são adotadas quando o solo em suas camadassuperficiais não é capaz de suportar ações oriundas da superestrutura, sendo necessário, portanto, buscar resistência em camadas profundas. Quando for necessária a utilização de fundação em estacas, faz-se necessário a construção de outro elemento estrutural, o bloco de coroamento, também denominado bloco sobre estacas.
Os blocos são estruturas de volume que têm a função de distribuir as cargas dospilares a elementos de fundações profundas, tais como estacas e tubulões.
O comportamento estrutural e o dimensionamento dependem da classificação do bloco quanto à rigidez, utilizando-se os mesmos critérios das sapatas. Portanto, quanto à rigidez, os blocos são classificados como flexíveis ou rígidos. Diferem das sapatas apenas pelo fato de te possuir cargas concentradas no bloco devido àreação com das estacas.


FIGURA 2: Ensaio em laboratório de bloco sobre estacas – MIGUEL (2000)
FIGURA 1: Execução de blocos sobre estacas. Fonte: FUNDACTA

FIGURA 3: Esquema de
bloco sobre estaca

3.4 Critérios de Projeto de Bloco sobre Estacas
3.5.1 Procedimentos Gerais do Projeto
O primeiro passo no projeto de blocos sobre estacas é a definição do tipo de estaca a serusada.
Conhecendo-se as ações atuantes no pilar (força normal, momentos fletores eforças cortantes) e definido o tipo de estaca e sua carga admissível, determina-se o número de estacas por pilar. Outras considerações devem ser feitas nesta fase do projeto como, a consideração do efeito de grupo de estacas e estacas com forças horizontais. Fundações submetidas a forças horizontais moderadas podemser dimensionadas com estacas verticais, distribuindo-se a força horizontal entre as estacas, desde que se respeite capacidade horizontal; se as estacas estiverem submetidas a forças horizontais elevadas, as camadas superiores do solo deverão resistir a estas forças sem que ocorra movimento lateral excessivo, se isto não for possível adotam-se estacas inclinadas. Os procedimentos para cálculo de...
tracking img