Educar para o pensar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1013 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
EDUCAR PARA O PENSAR

Maria Helena Conceição de Lima Hobus
Prof. Denise Henschel Hillesheim
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Pedagogia (Ped 7821) – Prática
26/05/10

RESUMO

Educar para o pensar nos dias de hoje é de suma importância, claro que não é uma tarefa fácil, porém é possível, basta o professor fazer disto uma meta. Oeducar para o pensar exige tanto do aluno como do professor atitude de investigador. Através da educação para o pensar é possível formar alunos sujeitos ativos no seu processo de desenvolvimento social, cognitivo. Capazes de mudar suas realidades, vidas.

Palavras-chave: Aluno; Educação; Pensar.

1 INTRODUÇÃO

Muitas escolas e professores pensam como se estivessem no século passado, ensinamfatos e cobram memorização esquecendo do seu principal papel que é o de ensinar a aprender. As datas e os nomes das histórias são ensinados como atos de depositar informações e definições dentro do aluno, não fazem relações criticas entre os diversos fenômenos, entre as épocas, tão diferente do ensinar a aprender, ou seja, educar para o pensar.

Esta realidade nos dias de hoje, nas salas deaulas nos trás um grande desafio que é de encontrar professores que eduquem para o saber. Sendo que o professor desempenha um papel muito importante, no desenvolvimento cognitivo e afetivo que o aluno levará pelo resto de sua vida.

O mundo está mudando a todo instante, o contexto histórico social encontra-se em constante alteração, por isso é relevante que a educação e os professoresestejam sempre se inovando, precisam acompanhar a globalização que hoje pede alunos que saibam pensar. Diante disto percebemos a necessidade de educar para o pensar.
2 IMPORTÂNCIA DO EDUCAR PARA O PENSAR

O ser humano diferente dos outros animais nasce inconcluso e inacabado, porém com potenciais que é preciso desenvolver. Mas extraordinário ainda é o fato que, á partir de um determinadomomento de sua vida, ele próprio se torna responsável pelo aquilo que quer ser e pela aquisição ou construção das competências e habilidades que vão fazê-lo capaz de se tornar aquilo que deseja ser.

A educação como desenvolvimento humano, portanto precisa ser comprometida com o desenvolvimento de seres autônomos, livres, competentes, capazes de definir o seu projeto de vida e transforma-loem realidade.

Na medida em que as crianças se tornam mais autônomos intelectualmente, elas vão adquirindo, gradualmente, o sentido de sua própria personalidade e, consequentemente, começam a agir com responsabilidade no seio da sua comunidade. (SOUZA, 2003, p. 82)

Aprender não significa absorção de informações, mas sim, expandir nossos conhecimentos paraproduzir os resultados que desejamos na vida. Aprender é um ato natural: a criança aprende de forma ativa, observando, imitando, tentando fazer, etc.

A escola já não pode proporcionar toda a informação relevante, porque esta é mais móvel e flexível do que a própria escola. O que pode certamente é formar os alunos para poder ter acesso e dar sentido à informação,proporcionando-lhes capacidades de aprendizagem que lhes permitam uma assimilação crítica da informação. (BARBERÁ, 2004, p. 45)

O professor precisa tornar significativo o aprendizado, estabelecer relações com o cotidiano, com os interesses das crianças. Precisa desenvolver aptidões fundamentais: leitura, reflexão, criatividade, etc.

3 COMO EDUCAR PARA O PENSAR

Não é uma tarefa fácil,porém de suma importância nos dias de hoje. Acredito que a idéia de educar para o pensar não pode ser um utopia, mas sim o projeto da prática educativa dos professores atuais. Claro que esse conhecimento deve vir internalizado pelos professores desde a sua formação acadêmica. Para educar para o pensar o professor precisa ter uma formação voltada para o desenvolvimento humano, estar em constante...
tracking img