Educação e diversidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2287 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
|
|“Quando a gente compreende a educação como possibilidade, a gente descobre que a educação tem limites. É exatamente porque é limitada |
|ideológica, econômica, social, política e culturalmente que ela tem eficácia. Então, diria aos educadores que, mesmo reconhecendo que a |
|educação não vai ser a chave da transformação do concreto para a recriação, estejam convencidos daeficácia da prática educativa como elemento|
|fundamental no processo de resgate da liberdade”. (Freire, 1998, p.156). |
|“[...] educação e cultura estão profundamente entrelaçadas e não podem ser analisadas a não ser a partir de sua íntima articulação”. (CANDAU, |
|2008).|
| |
| |
|Com base nostextos e fundamentados na leitura do Livro-Texto, discuta a relação entre educação e cultura, apontando como a prática educativa |
|pode servir à reprodução ou à transformação no interior de suas relações. |
||
|Resposta: Existe uma relação profunda entre educação e cultura. Estes mundos estão intimamente ligados mas, há momentos históricos em que |
|eles não caminham juntos como deveriam. |
|Hoje há uma consciência sobre as diversidades de cultura existentes nomeio escolar e que as práticas pedagógicas, têm que acompanhar essas |
|diversidades. |
|Os alunos e alunas aprendem em sua vida escolar este complexo cruzamento de culturas, a escola provoca o senso crítico, artístico e |
|filosófico.|
|No momento atual, as questões culturais não podem ser ignoradas pelos educadores e educadoras, sob o risco de que a escola fique cada vez mais|
|longe da realidade dos alunos.|
|Assim cada vez mais se fazem práticas pedagógicas que apresentem aos alunos essas diferentes culturas. |
| |
|2. (0,2) Leiam o seguinte excerto:|
|“A relação entre o conteúdo e ensino, incluídos como base de formação das novas gerações, implica uma seleção e esta nunca se dá |
|aleatoriamente. Há uma escolha intencional por trás dos conteúdos eleitos para compor os sistemas de ensino. Por isso, podemos afirmar que não|
|se pode tomar como certo que o conhecimentocurricular seja neutro. Pelo contrário, busca interesses sociais inseridos na própria forma de |
|conhecimento. [...] isso quer dizer que o currículo tem sempre sofrido uma influência que não vem dos professores ou da escola, mas das elites|
|que se impõem hegemonicamente, mascarando esses conflitos no interior da sociedade”. (APPLE, 1982) |
|...
tracking img