Educação profissional e cidadania

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 74 (18474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do planalto catarinense

DANIEL ANTUNES MATOS

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: CIDADANIA E TRABALHO

Lages
2008

DANIEL ANTUNES MATOS

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: CIDADANIA E TRABALHO

Trabalho de conclusão de curso apresentado como requisito para o Curso de Formação Continuada para o Magistério Superior.Orientadora : Arleide Wolff Camargo

Lages
2008

RESUMO

O objetivo deste trabalho consta, sobretudo em estabelecer as conexões entre o recente aumento no uso relativo de trabalhadores qualificados (em comparação aos não qualificados) e medidas de tecnologia, com especial enfoque para a manufatura brasileira nas últimas duas décadas.

Assim, é trazida à tona a relevância para o mundo dotrabalho a questão da qualificação profissional, conceituando-a e correlacionando-a com a possibilidade de auxiliar o trabalhador na busca do emprego e, especialmente, na manutenção do emprego.

O discurso da qualificação profissional, como instrumento ideológico, desempenha duas funções simultâneas: explica socialmente as dificuldades de se conseguir um posto de trabalho e responsabiliza o própriotrabalhador pela sua condição de desempregado. Ao imputar-lhe a falta das novas habilidades necessárias ao trabalho e às novas tarefas, esse discurso promove a desqualificação do trabalhador, gerando um movimento de exclusão.

Palavras chaves: Trabalho. Emprego. Desemprego. Qualificação profissional.

ABSTRACT

The main goal of this paper on is to investigate the relationship between skillupgrading and measures of technology, with emphasis on Brazilian manufacturing for the last two decades.

Thus, the relevance for the world of the work of the professional qualification is brought up, appraising it and correlating it with the possibility of assisting the worker in the job search and, especially, in the maintenance of the job, diminishing the rotation of the labor.

As anideological instrument, this discourse simultaneously explains the difficulties in obtaining a job and places the blame on the unemployed for his situation. Attributing to the worker the responsibility for the lack of abilities necessary for work and new tasks promotes his disqualification, thereby performing a twin movement of exclusion.

Keywords: Labour. Employment. Unemployment. ProfessionalQualification.

SUMÁRIO

RESUMO 3

ABSTRACT 4

INTRODUÇÃO 7

1. contextualização histórica da industrialização e conseqüências na educação profissional 9

1.1. O Trabalho Como Condição Humana e as conseqüências da Revolução Industrial 12

1.2. A industrialização no Brasil 13

2. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E o(des)emprego 21

2.1. Conceito de qualificação profissional 23

2.2. Relação do trabalho com a qualificação profissional 28

2.3. Educação: as ações do Estado e dos trabalhadores 36

3. Formação profissional e formação humana 42

3.1. A extinção das profissões 44

3.2. Condição juvenil, jovens e o mundo do trabalho 49

3.3. Oscentros federais de educação tecnológica e o ensino superior: duas lógicas em confronto 52

3.4. Diante da lógica da educação: educar o cidadão produtivo ou o cidadão emancipado? 55

INTRODUÇÃO

O texto está organizado em três capítulos. No primeiro apresentamos o contexto histórico que alterou completamente o mundo do trabalho, que foi a Revolução Industrial. Neste períodoocorreram mudanças tecnológicas que impactaram profundamente o processo produtivo, tanto economicamente quanto socialmente. Neste processo a máquina foi superando o trabalho humano e surgiu uma nova relação entre capital e trabalho.

As atividades artesanais e manuais deram espaço ao trabalho realizado por máquinas, e os trabalhadores passaram a trabalhar para um patrão. Surgem os primeiros...
tracking img