Educação integral

Páginas: 9 (2169 palavras) Publicado: 5 de abril de 2011
Hora de Trabalho Pedagógico Coletivo (HTPC)

Hora da Trabalho Pedagógico Colrtivo (HTPC]

Campos do Serrano, ... de setembro de 1998. Oi, Emilia, Como tem passado? Eu vou bem, com saudade das nossas conversas. O que você achou do Encontro de Educadores? Eu, apesar de não ter ido, já conversei com algumas colegas que participaram e soube que foi muito interessante. Elas contaram muitasnovidades, elogiaram bastante as palestras e trouxeram vários textos, dos quais já fiz uma cópia. Sabe, ultimamente, eu tenho lido bastante, principalmente sobre a HTPC, que tem me interessado muito. Tenho me preocupado em levar para estas reuniões temas atuais da educação, para que possamos melhorar nossas práticas na escola. Mas tenho apanhado muito, porque orientar um grupo de trabalho não é fácil.Aqui na escola, temos muitos professores, tanto mais antigos, que conhecem bem os alunos e a escola, como recém chegados, que ainda estão se adaptando - o que traz diversidade para o corpo docente. Além disso, faz pouco tempo que trabalham juntos, as relações ainda são difíceis e eles não tem muitas idéias em comum sobre o que é ensinar, aprender, educar... Pensando nas características desse grupo- e naquilo que entendo ser importante para a HTPC -, preparei uma reunião para os professores da manhã, levando questões que, para mim, poderiam ajudar o grupo a pensar um pouco sobre sua prática na sala de aula, sobre nossos compromissos e intenções com a educação: O que se ensina hoje na escola? Isso ajuda os alunos a compreenderem o mundo em que vivem? Para estimular a discussão, escolhi ovídeo e o fascículo 1 do "Raízes e Asas" que recebemos no PEC, porque enfocam a preocupação com o acesso e a permanência dos alunos na escola, apresentando situações e depoimentos de pessoas de 53

Canas aos Coordenadores Pedagógicos

várias regiões do país. Achei que este material seria adequado, porque as escolas apresentadas no vídeo oferecem exemplos de práticas que revelam a intenção deformar sujeitos críticos, ativos e participantes. Além disso, a leitura do fascículo daria um suporte mais teórico à discussão do grupo. Como não tínhamos muito tempo, selecionei alguns trechos do vídeo e do texto que se relacionavam diretamente às questões que levantei. Estas eram as minhas intenções, mas veja o que aconteceu: Primeiro, assistindo ao vídeo, fiquei surpresa com a reação dosprofessores. Muitos debocharam do jeito simples de falar das pessoas filmadas; outros, ainda, comentaram que aquilo não tinha nada a ver com a realidade da gente e que o sucesso das atividades mostradas era inventado. Achei melhor não deixar esta reação tomar conta do grupo e tentei chamá-lo para o eixo da discussão, insistindo nas questões e procurando associá-las às falas e situações apresentadas novídeo. Ao invés disso, algumas professoras relataram atividades que faziam e que consideravam "bem sucedidas", porque envolviam os alunos e tornavam as aulas mais animadas. De repente, em meio aos relatos, a professora de História (que entrou este ano) começou a dizer que, na 5' série, estava sendo muito difícil tornar as atividades interessantes, porque as crianças não sabiam ficar quietas e eramdesrespeitosas. A professora de Matemática não concordou, dizendo que essas crianças aprendiam com rapidez, desde que se soubesse lidar com elas. Essa discussão tomou conta do grupo; todos começaram a falar ao mesmo tempo: "As crianças da 5' série não param. Como é possível trabalhar com essas crianças?"; "O que é melhor ensinar para as nossas crianças?"; `A indisciplina na 5' série é muito grande:eles se engalfinham, não param quietos nem amarrados. Desse jeito, não dá para trabalhar"; "Como será que as crianças aprendem hoje?"; "Essas crianças precisam aprender a ouvir e a ter mais respeito pelos os outros" etc. Sem que eu me desse conta, o tempo da reunião acabou, houve um clima de desentendimento e não conseguimos encerrar a nossa discussão. Fiquei muito desa
54

Hora de Trabalho...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Educação Integral
  • Educação Integral
  • Educaçao integral
  • educação integral
  • EDUCAÇÃO INTEGRAL
  • Educação integral
  • Educação Integral
  • educação integral

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!