Educação ambiental

-------------------------------------------------
Educação Ambiental
| | |
Educação Ambiental: aprendizes de sustentabilidade
Palavras-chave: Educação Ambiental Transformadora, visãoholística, natureza, sustentabilidade

1. INTRODUÇÃO
Percebemos no cotidiano uma urgente necessidade de transformações para a superação das injustiças ambientais, da desigualdade social, da apropriação danatureza – e da própria humanidade – como objetos de exploração e consumo. Vivemos em uma cultura de risco, com efeitos que muitas vezes escapam à nossa capacidade de percepção, mas aumentamconsideravelmente as evidências de que eles podem atingir não só a vida de quem os produz, mas as de outras pessoas, espécies e até gerações.
Trata-se de uma crise ambiental nunca vista na história, que sedeve ao ego e ao grande poder humano com seus efeitos colaterais e conseqüências não-antecipadas, que tornam inadequadas as ferramentas éticas herdadas do passado. (GIDENS e BECK apud BALMAN).
Para oenfrentamento desses desafios e demandas na perspectiva de uma ética ambiental, devemos considerar a complexidade e a integração do saber. Tais preocupações éticas criam condições de legitimação ereconhecimento da educação ambiental para além de seu universo específico; ela se propõe a atender aos vários sujeitos que compõem os meios sociais, culturais, raciais e econômicos que se preocupem com asustentabilidade socioambiental.
Devido às suas características multidimensionais e interdisciplinares, a educação ambiental se aproxima e interage com outras dimensões da educação contemporânea,tais como a educação para os direitos humanos, para a paz, para a saúde, para o desenvolvimento e para a cidadania. Mas sua especificidade está no respeito à diversidade, aos processos vitais – com seuslimites de regeneração e capacidade de suporte – eleitos como balizadores das decisões sociais e re-orientadores dos estilos de vida individuais e coletivos.
Este é o caso da experiência social...