edema

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2931 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Edema
Conceito: É a expansão do volume do componente extravascular (intersticial) do liquido extracelular. O edema generalizado impõe um aumento expressivo do volume do liquido intersticial antes que possa o detectar ao exame físico (a não ser pelo aumento do peso corporal)
O acumulo de liquido pode se dar no tecido subcutâneo, na intimidade dos diversos órgãos e nas cavidades pré-formadas doorganismo (hidrotórax, hidroperitôneo= ascite, hidropericárdio, hidrocéfalo, hidrocele= liquido nas túnicas vaginais do testículo, hidroartrose)
O conceito de edema não inclui o acumulo de liquido no interior da célula.

Diagnóstico: O edema é reconhecido pelo aumento das partes atingidas, pela tendência ao arredondamento das formas e pela perda do pregueamento cutâneo. A pele mostra-sebrilhante e rompe-se com facilidade, permitindo a saída de liquido. Nos locais de maior proeminência óssea produz uma digitopressão, conhecido como sinal de cacifo. A coexistência de um processo inflamatório vai levai ao aumento da temperatura e hiperemiada, caso não tenha inflamação a pele ficará pálida e fria.
Para identificar o acumulo de liquido no interior dos órgãos e nas cavidadeds pré-formadasdo organismo implica. Frequentemente a utilização de exames complementares (incluem as punções)que também detecta a natureza do liquido.
Transudato (liquido de baixo conteúdo proteico) amarelo citrino
Exsudato (Fluído rico em pus com alta concentração de proteínas) liquido turvo

Importância clínica: O acumulo de liquido pode, na dependência da sua localização interferir em processosfisiológicos essenciais. Por exemplo, a ascite que interfere na mecânica ventilatória, na medida em que prejudica na mobilidade do diafragma.
A força que regula a disposição do líquido entre os dois componentes(intracelular e intersticial) é denominada forças de starling que dependem dos gradientes de pressão.
O aumento do fluxo linfático e a “lavagem” das proteínas do interstício funcionam como fatores desegurança capazes de impedir ou pelo menos dificultar a formação do edema.O mecanismo básico que determina o aparecimento do edema-independente da causa- consiste em uma ou mais alterações das forças de starling, que atuam na microcirculação, porém não suficiente para explicar o edema generalizado: ele seria deflagrado, na ausência de doença renal intrínseca, pelo estado de subenchimento dacirculação arterial decorrente da diminuição do débito cardíaco ou da queda da resistência arterial periférica, ou seja, retenção hidrossalina.

Classificação: Aumento da pressão hidrostática capilar, diminuição da pressão coloidosmótica do plasma, aumento da permeabilidade capilar e bloqueio da drenagem linfática. Tomado por três critério o território da circulação o qual produz o edema, a extensãodo comprometimento (local ou generalizado) e o contexto clinico em que o edema aparece.


EDEMA GENERALIZADO
Insuficiência Cardíaca: Com a disfunção sistólica ou Diastólica.
•Na disfunção distólica resulta na dificuldade de relaxamento do miocárdio
•Na disfunção sistólica resulta na diminuição do poder contrátil do miocárdio. Desencadeia uma ativação neuro-hormonal que traduz pelo aumento daresistência vascular e pela retenção de sódio e água. Na insuficiência cardíaca compensada a ativação neuro-hormonal é contrabalançada pela ativação paralela de sistemas natriurético-vasodilatadores. Se não houver o contrabalanço desencadeia o surgimento de edema generalizado, pois o estimulo para retenção hidrossalina não se dissipa, favorece a transudação de liquido para o interstício, além doaparecimento do edema determina também o aumento do volume distólico final ventricular (ascite). A disfunção sistólica predomina o edema subcutâneo, o edema que acompanha a desconpensação cardíaca inicia geralmente pelo tornozelo.
-é um edema mole, frio, indolor, que se associa a outras manifestações próprias da insuficiência cardíaca como a hiporexia, dispneia, tosse noturna, oligúria,...
tracking img