Ecossistemas brasileiros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1514 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA – UNIUV
ENGENHARIA AMBIENTAL
INTRODUÇÃO A ENGENHARIA AMBIENTAL
PAULO MEIRA ROCHA
02 ABR. 2009

FLÁVIA VIEIRA.


ECOSSISTEMAS BRASILEIROS
INTRODUÇÃO


O seguinte texto faz referência aos ecossistemas brasileiros. Vem nos explicar e mostrar os diferentes tipos de vegetação encontrado em nosso país, tornando assim mais fácil à compreensão dorelevo e dos problemas neles causados.
SUMÁRIO



A Amazônia


O Semi-árido (Caatinga)


O Cerrado 


A Mata Atlântica


O Pantanal Mato-Grossense


Os Campos do Sul (Pampas)


A Mata de Araucárias


Ecossistemas costeiros


Floresta Amazônica


Mata de cocais


Pantanal mato-grossense


Campos sulinos


RestingaManguezal


A Floresta Amazônica ocupa a Região Norte do Brasil, abrangendo cerca de 47% do território nacional. É a maior formação florestal do planeta, condicionada pelo clima equatorial úmido. Esta possui uma grande variedade de fisionomias vegetais, desde as florestas densas até os campos. Florestas densas são representadas pelas florestas de terra firme, as florestas de várzea,periodicamente alagadas, e as florestas de igapó, permanentemente inundadas e ocorrem na por quase toda a Amazônia central. Os campos de Roraima ocorrem sobre solos pobres no extremo setentrional da bacia do Rio Branco. As campinaranas desenvolvem-se sobre solos arenosos, espalhando-se em manchas ao longo da bacia do Rio Negro. Ocorrem ainda áreas de cerrado isolado do ecossistema do Cerrado do planaltocentral brasileiro.
A área nuclear do Semi-Árido compreende todos os estados do Nordeste brasileiro, além do norte de Minas Gerais, ocupando cerca de 11% do território nacional. Seu interior, o Sertão nordestino, é caracterizado pela ocorrência da vegetação mais rala do Semi-árido, a Caatinga. As áreas mais elevadas sujeitas à secas menos intensas, localizadas mais próximas do litoral, sãochamadas de Agreste. A área de transição entre a Caatinga e a Amazônia é conhecida como Meio-norte ou Zona dos cocais. Grande parte do Sertão nordestino sofre alto risco de desertificação devido à degradação da cobertura vegetal e do solo.
O Cerrado ocupa a região do Planalto Central brasileiro. A área nuclear contínua do Cerrado corresponde à cerca de 22% do território nacional, sendo que hágrandes manchas desta fisionomia na Amazônia e algumas menores na Caatinga e na Mata Atlântica. Seu clima é particularmente marcante, apresentando duas estações bem definidas. O Cerrado apresenta fisionomias variadas, indo desde campos limpos desprovidos de vegetação lenhosa a cerradão, uma formação arbórea densa. Esta região é permeada por matas ciliares e veredas, que acompanham os cursos d'água.A Mata Atlântica, incluindo as florestas estacionais semideciduais, originalmente foi a floresta com a maior extensão latitudinal do planeta, indo de cerca de 6 a 32oS. Esta já cobriu cerca de 11% do território nacional. Hoje, porém a Mata Atlântica possui apenas 4% da cobertura original. A variabilidade climática ao longo de sua distribuição é grande, indo desde climas temperadossuperúmidos no extremo sul ao tropical úmido e semi-árido no nordeste. O relevo acidentado da zona costeira adiciona ainda mais variabilidade a este ecossistema. Nos vales geralmente as árvores se desenvolvem muito, formando uma floresta densa. Nas encostas esta floresta é menos densa, devido à freqüente queda de árvores. Nos topos dos morros geralmente aparecem áreas de campos rupestres. No extremo sul aMata Atlântica gradualmente se mescla com a floresta de Araucárias.
O Pantanal mato-grossense é a maior planície de inundação contínua do planeta, coberta por vegetação predominantemente aberta e que ocupa 1,8% do território nacional. Este ecossistema é formado por terrenos em grande parte arenosos, cobertos de diferentes fisionomias devido à variedade de microrelevos e regimes de...
tracking img