Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (284 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Desenho da Economia no Pós-Crise
O Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial desenvolveu um esclarecedor estudo sobre os últimos resultados do PIB chamaatenção para o atual estado da economia brasileira após a crise financeira mundial de setembro de 2008. Que neste período cresceu o equivalente a 9,3%.
Este estudoabordou e analisou vários tópicos, dentre eles o consumo x o investimento que nos mostra como a economia está apoiada no consumo (com crescimento de 19,6%) e não noinvestimento (com crescimento de 6,1%) que deveria ser o correto.
Exportação e Importação nos mostra que as compras de bens e serviços no exterior foram 34,8% maiores enquantoa exportação brasileira cresceu apenas 5,9%.
No tópico Investimento e Poupança conseguimos notar que por ser pouco exportadora e não ter grandes investimentos aeconomia brasileira tem uma baixa poupança. Em 2012 as taxas de investimento e poupança respectivamente foram de 18,1% e 14,8%.
A Especialização em Serviços é um setor degrande importância, pois é um grande gerador de empregos e teve crescimento de 11,6%. No entanto o encolhimento da produção de bens pode tirar a sustentação do crescimentobaseado apenas em serviços.
O consumo liderou a expansão em serviços e fez A festa da atividade financeira que contou com um aumento de 22%. Outros serviços comoserviço de informação e educação e saúde tão obtiveram um pequeno crescimento de 14,2% e 10,2% respectivamente.
Desindustrialização, o coração do sistema industrial sofreuqueda de 5,9%. Que é consequência do alto consumo e baixo investimento e exportação. O que nos faz enxergar que a desindustrialização já é um fato e não uma especulação.
tracking img