Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2194 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera – UNIDERP

Centro de Educação a Distância
Curso Bacharelado de Administração

NOME DO PROFESSOR EAD: Ma. Renata M. G. Dalpiaz
NOME DO TUTOR PRESENCIAL: Reginaldo da Costa Ribeiro

Aline Santos Amorim RA:365127
Alexandra Cristina Tavares da Silva RA:350608
Juliana da Silva Santos RA:350614
Juliana Pereira dos Santos RA:378498
Robert Fonseca de Sousa RA: 372396ATIVIDADE PRÁTICA SUPERVISIONADA DE ECONOMIA
2º SEMESTRE/ 2012

BOM JESUS 17 DE SETEMBRO DE 2012.

INTRODUÇÃO

A farmácia pode vender tanto para consumidores finais, como para empresas ou estabelecimentos da área de saúde.
Farmácia é um estabelecimento de manipulação de fórmulas magistrais e oficiais, de comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, compreendendode dispensação e o de atendimento privativo de unidade hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica. A farmácia poderá vender tanto para consumidores finais, como para empresas ou estabelecimentos da área de saúde. Para se inserir no segmento de comércio varejista de produtos farmacêuticos, artigos médicos e ortopédicos, de perfumaria e cosméticos, o empreendedor deveráoferecer um mix de produtos de boa qualidade e com preços atrativos. Hoje em dia, uma farmácia não se limita apenas ao comércio de medicamentos e adiciona uma infinidade de outros produtos e serviços que promovem a melhoria da qualidade de vida e do bem-estar de seus clientes.

Quanto se compra e se vende
Compra-se aproximadamente R$:50.000,00(cinquenta mil reais),e vende-se em torno deR$:35.000,00(trinta e cinco mil reais).
Comportamento do consumidor
Parte inferior do formulário
Farmácia

 Frequência de compras
* 65% dos freqüentadores de farmácias são mulheres
* Cerca de 83% pertencem à classe B e C
* Somente 61% tem o colegial completo
* Os freqüentadores desse canal tem em média de 20-39 anos
* 83% dos consumidores vão sozinhos aos estabelecimentos
*Esse público freqüentam farmácias independentes e o período com maior concentração de compra está no período da tarde (56%).
*
Planejamento de compra
* 91% dos consumidores não levam lista de compra:
* 61% dos consumidores não levam lista de compra
* 26% não levou a lista, mas sabia o que ia comprar
* 4% não levou lista, mas tinha receita de medicamentosprescritos

Tempo de permanência nas lojas
* Os consumidores ficam 5 minutos em média nas farmácias e drogarias
* Em São Paulo 60% dos consumidores vão diretamente ao balcão, sendo que 56% estão interessados em medicamentos, porém a média pesquisada foi que 51% dos consumidores vão diretamente ao atendente.
* 33% dos consumidores foram direto no balcão, mas pararam para olhar outrasseções.

Intenção de gasto
* 58% dos consumidores buscam medicamentos – desde 58% cerca de 6% compram medicamentos sem prescrição médica.
* 22% buscam produtos de higiene – a compra desse item feito em farmácias se dá devido a localização das lojas, conveniência e praticidade.
* 12% procuram itens nos segmentos de cosméticos – essa compra também é feita pela localização, mas também pelaaquisição de produtos mais baratos.
* 7% dos clientes comprar produtos para bebê - essa compra também é feita pela localização, mas também pela aquisição de produtos também mais baratos.
* 2% compram alimentos (1% bomboniere)
* 2% adquirem bebidas.O valor gasto em farmácias e drogarias é próximo de R$ 11.90
* O perfil do consumidor nesse canal: são mulheres de classe média alta,paulista e compram em redes farmacêuticas.
O estudo contou com uma análise quantitativa feita por meio de pesquisas individuais com os clientes antes e após a visita para verificar no primeiro momento a freqüência, uso de prescrição médica, intenção de compra e valor médio gasto.
pelo check-out, a proposta foi levantar produtos e marcas comprados, valores gastos, percepção dos materiais...
tracking img