Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1183 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Alfred Marshall dedicou grande parte de seus estudos ao desenvolvimento da economia como uma ciência independente, e o seu idealismo fez com que ele colocasse a Ciência da Economia a serviço da política, a fim de ajudar na busca pela origem dos problemas que a política tem que lidar, além de buscar possíveis soluções para os mesmos.
O que o autor se propõe a fazer é discutir um ensaio que AlfredMarshall defendeu em 1873, sobre The Future of the Working Classes (O futuro das classes trabalhadoras). Nesse discurso, Marshall analisa o problema das desigualdades sob o ponto de vista da economia. É nesse discurso que Marshall lançou uma das questões centrais de seu trabalho: “se há base válida para a opinião segundo a qual o progresso das classes trabalhadoras tem limites que não podem serultrapassados”. (pag. 59)
Percebe-se que Marshall não acredita na plena igualdade entre os homens, mas quando ele propõe que todo homem se torne um “cavaleiro”, ele se refere a uma redução do volume de trabalho das classes trabalhadoras, que ele julgava como excessivas e pesadas. Essa redução da jornada de trabalho vai fazer com que o trabalhador tenha mais tempo de se dedicar à educação e aolazer e, assim, favorecer o desenvolvimento de uma maior consciência em relação aos seus direitos e deveres de cidadão, é essa consciência que tornará o trabalhador em um “cavaleiro”.
De acordo com o texto, o ensaio de Marshall foi constituído com base numa hipótese sociológica e num cálculo econômico. Nesta primeira parte é definida apenas a hipótese sociológica, que está ligada à construção dessaconsciência civilizatória conquistada a partir do maior acesso à cultura e à educação, dada à redução da carga de trabalho do operário.

O desenvolvimento da cidadania até o fim do século XIX

Neste momento do texto é explicado que o conceito de cidadania é dividido em três partes: a civil, a política e a social.
O elemento civil se refere aos direitos individuais (liberdade de ir e vir,liberdade de expressão, direito de propriedade, igualdade perante a justiça, etc); o elemento político faz referência ao direito de participar plenamente do exercício do poder político, seja como um eleitor, ou seja com a investidura de um cargo político; o elemento social deve ser entendido basicamente como o pleno exercício da cidadania, do indivíduo assumindo-se e sendo encarado como um cidadão,tendo reconhecidos seus direitos e deveres.
Antigamente, os três direitos eram vistos como um só, eles eram confundidos, não havia distinção entre um e outro. Passado o tempo, esses três elementos de cidadania foram se separando e, no decorrer dos séculos, eles foram se definindo: no século XVIII começou a se formar os direitos civis, no século XIX os políticos e por fim, no século XX, foi a vez daconstrução dos direitos sociais.
Quanto à formação dos direito civis no século XVIII, o seu desenvolvimento se deu no período compreendido entre a Revolução e o primeiro Reform Act.
O direito a trabalhar é o direito civil básico no setor econômico. Inclui-se nesse direito o fato de o trabalhador decidir sua ocupação de acordo com suas preferências e habilidades. Esse poder de decisão dostrabalhadores foi negado pelo Estatuto de Artífices Elizabetano, que destinava certas ocupações a determinadas classes sociais, assim, os trabalhadores não escolhiam sua profissão pelo gosto, e sim pela classe social que esse trabalhador pertencia.
Os tribunais perceberam que esta restrição era uma ofensa à liberdade do súdito e uma ameaça à prosperidade da nação e, então, o princípio da liberdadeeconômica individual foi aceito.
A construção dos direitos civis é caracterizada pela adição gradativa de novos direitos.
Em relação aos direitos políticos, como já dito, sua formação se deu no século XIX, após a conquista dos direitos civis. Não se trata da criação de novos direitos, mas sim de estender esses direitos a outras classes, como exemplo, o direito ao voto.
Até o século XIX, a...
tracking img