Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7520 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO ON-LINE – ECONOMIA P/ AFRFB 2009
PROFESSOR: FRANCISCO MARIOTTI

1

Aula 3 de Economia
AFRF

Caríssimos (as) estudantes,
Antes de qualquer coisa gostaria de fazer alguns comentários relativos a
estes momentos finais de preparação para a prova de Auditor que se avizinha.
Acredito que vocês devam estar bastante preocupados e ao mesmo tempo ansiosos
com a proximidade da prova,especialmente pelo fato da série de alterações
ocorridas nos conteúdos programáticos de muitas disciplinas. A esse respeito,
gostaria de dizer-lhes que vocês devem tirar um ponto bastante positivo de todas
estas mudanças. O que é novo para um é novo para todos, ou seja, vocês chegarão
na prova com o mesmo tempo que todos os demais candidatos tiveram para estudar
as novas matérias. Isso sendo fatoconsumado, digo a vocês que só resta na
verdade é “baixar o queixo” e se dedicar a cada novo ponto, deixando de lado a
tristeza, que muitas vezes se transforma em raiva, até porque cada minuto a mais de
indignação é um minuto a menos de estudo.
Sei que pode até parecer bobagem para alguns este comentário logo no início
da aula de economia, mas essa é a verdade. Mãos a obra!

A nossa aula denúmero 3 tratará os conceitos pertinentes a Macroeconomia
Keynesiana, nome derivado do famoso economista John Maynard Keynes,
responsável por grande parte da revolução do entendimento econômico a partir do
século XX.
Esta matéria não se fez presente na prova de auditor de 2005, tão quanto tem
sido objeto de questões elaboradas pela ESAF nos últimos certames (ver lista de
questões ao finalda aula). De todo modo, vocês verão que o histórico de questões e
recheado de perguntas elaboradas pela ESAF nos demais concurso já realizados

www.pontodosconcursos.com.br

CURSO ON-LINE – ECONOMIA P/ AFRFB 2009
PROFESSOR: FRANCISCO MARIOTTI

2

para a Receita Federal, motivo pelo qual digo a vocês que me parece ser grande a
probabilidade de cobrança desta matéria na prova.
Então éisso. Tenham todos uma ótima aula, sempre lembrando-os que estou
a disposição de vocês no fórum de tira-dúvidas.
Um grande abraço,
Francisco

www.pontodosconcursos.com.br

CURSO ON-LINE – ECONOMIA P/ AFRFB 2009
PROFESSOR: FRANCISCO MARIOTTI

3

Macroeconomia Keynesiana

Até 1930 os economistas acreditavam que as forças de mercado (Oferta e
Demanda) se encarregariam de equilibrar ofluxo econômico, levando a economia
automaticamente ao pleno emprego de recursos (fábricas produzindo na sua
capacidade

máxima,

todas

as

pessoas

capazes

de

trabalhar,

estando

trabalhando). No entanto, a crise econômica vivida pelo mundo capitalista a partir
da quebra da Bolsa de Nova York em 1929, que redundou na queda brutal do
nível de atividade econômica e numaelevação do desemprego e de capacidade
ociosa, mostrou que o mercado (empresas e consumidores) sozinho não levaria
por si só ao pleno emprego.
A partir desse marco histórico o economista inglês JOHN MAYNARD
KEYNES passa a desenvolver suas teorias, cuja base se assenta no pressuposto de
que era necessária a intervenção do governo, no sentido de regular a atividade
econômica, levando-a ao plenoemprego de recursos. O governo, principalmente
através de seus gastos, seria o elemento fundamental para a inversão do quadro de
recessão e desemprego, uma vez que, aumentando seus gastos, estaria
aumentando a despesa agregada e, conseqüentemente, o nível de produção (dada
à capacidade ociosa das empresas).
Desde então o grande paradigma da teoria macroeconômica tem sido a
questão do grau deintervenção do Estado na atividade econômica, contrapondose aos chamados economistas liberais ou conservadores (ou ainda clássicos,
neoclássicos ou monetaristas) que defendem a não intervenção do Estado,
governo, na atividade econômica.
A parte do estudo econômico que adentramos é denominada de Teoria
Determinação do Equilíbrio da Renda Nacional, ou modelo keynesiano básico,
que se divide em...
tracking img