Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5340 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ECONOMIA I

Resumo da matéria

1. Introdução – Conceito de Economia, Bens Económicos e Fronteira de Possibilidades de Produção.



Economia é uma ciência que estuda a afectação de recursos que são escassos, face a necessidades, que são ilimitadas.

Deste modo, temos de definir os Bens Económicos, que são bens que têm três características: são úteis (satisfazem uma necessidade),escassos (não existem em qualquer lugar abundantemente e portanto têm um valor de transformação e de troca) e são susceptíveis de aplicações alternativas.

Antes, pensava-se que haviam ainda os Bens Livres, que eram bens que não possuíam a característica de serem escassos (Ex. Água e o Ar). Acontece que numa economia como a de hoje tal não é possível, pois todos os bens são escassos, logo são BensEconómicos.

A maior ou menor escassez de um Bem, traz-nos ao “Paradoxo” entre “Valor de Uso” e “Valor de Troca”. Assim, por exemplo, comparando dois bens de escassez relativa diferente, como a água e os diamentes, o valor de troca é tanto maior quanto maior a sua escassez relativa, mas o valor de uso é maior sempre no bem mais abundante. Deste modo, o diamante tem um valor de uso muito baixo(ornamento) comparado com o seu valor de troca, muito elevado (colecção), ao passo que com a água passa-se precisamente o contrário (valor de troca baixo, mas valor de uso elevado).

Ao indivíduo e à Sociedade competem fazer escolhas entre bens, pelo que daqui surge a “Fronteira de Possibilidades de Produção” – F.P.P. – ou também chamada “Curva de Possibilidades de Produção” – C.P.P. que é o lugargeométrico das combinações de produção de dois Bens Económicos que são possíveis de produzir numa Sociedade (Economia) com uma dada tecnologia num determinado período de tempo.

Supondo que observamos em termos de modelo económico apenas dois bens à escolha de uma Sociedade a C.P.P. de acordo com a Fig.1, é côncava em relação à origem. Tal reflete o conceito de “Custo de Oportunidade Crescente”,que é o custo económico de escolha entre dois bens, pois para ser crescente, por cada unidade adicional de escolha do bem A, ao longo da C.P.P. Tenho de sacrificar cada vez mais unidades do bem B (ver gráfico).

O Custo de Oportunidade não é um custo financeiro, mas reflete a perda de bem estar por escolhas alternativas.

Na C.P.P. pontos interiores à mesma são possíveis mas ineficientes, poisnão se gastam todos os recursos da Sociedade com a escolha entre os dois Bens A e B, de acordo com a Fig. 2 (é o caso dos pontos K e R por exemplo). Os pontos possíveis e eficientes são assim aqueles que estão ao longo da F.P.P. (caso dos ponto E e F). Pontos fóra da F.P.P. são situações impossíveis (pontos L e M da Fig. 2).

Para se obter um deslocamento da F.P.P. se houver uma melhoriatecnológica que beneficie proporcionalmente os dois bens, então tenho um crescimento equilibrado, tal como demonstra a Fig. 3. Caso não haja essa proporcionalidade terei um crescimento desiquilibrado, tal como vem na Fig. 4. Se o movimento fôr ao contrário, tenho um retrocesso tecnológico (equilibrado ou não) tal como mostram as Fig. 5 e 6.

2. Procura, Oferta e formação de preços.

1. AProcura

Para os consumidores, para um dado nível de rendimento e preferências inalterados, eles só procuram mais se o preço baixar. Se o preço aumentar, a quantidade procurada diminui (deslocamentos ao longo da curva de procura). Assim, a curva da procura, onde a quantidade é função do preço, é negativamente inclinada, pois traduz a relação inversa entre as variações do preço e da quantidadeprocurada (se o rendimento e as preferências pelo bem não se alterarem). Deste modo e pressupondo que a curva da procura é linear, temos isto demonstrado na Fig. 7, onde Q = - f P (quantidade procurada como variando inversamente com o preço).

Na Fig. 7 o ponto A representa o preço que os consumidores estariam dispostos a pagar mesmo que não consumissem o bem. Se o preço fôr p1, a quantidade...
tracking img