Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2241 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SENAC

UNIDADE NAÇÕES UNIDAS











EXPERIENCIA DE HAWTHORNE














TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO











1° MODULO

ANO - 2012



SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO 1

2 A EXPERIÊNCIA DE HAWTHORNE 2

2.1 Primeira fase 2

2.2 Segunda Fase 3

2.3 Terceira Fase 5

2.4 Quarta Fase 5

3 Conclusão 8

4 Bibliografia 9INTRODUÇÃO:

A Experiência de Hawthorne foi realizada no período de 1927 a 1932, em uma fabrica de telefones da empresa Western Eletric Company, situada no bairro de Hawthorne, na cidade de Chicago.
A empresa queria identificar a influencia dos fatores físico/ambientais sobre a produtividade de seus trabalhadores.
A pesquisa foi conduzida por uma equipe daUniversidade de Harvard, chefiada pelo sociólogo George Elton Mayo, patrocinada pelo conselho nacional de pesquisas dos Estados Unidos.




A EXPERIÊNCIA DE HAWTHORNE

Em 1924, a Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos fez uma pesquisa para verificar a correlação entre produtividade e iluminação do local de trabalho, dentro dos pressupostos da Administração Cientifica. Pouco antes EltonMayo conduzira uma pesquisa em uma indústria têxtil com elevadíssima rotatividade de pessoal ao redor de 250% ao ano, e que havia tentado inutilmente vários esquemas de incentivos salariais. Mayo introduziu um intervalo de descanso, delegou aos operários a decisão sobre horários de produção e contratou uma enfermeira. Em pouco tempo, emergiu um espírito de grupo, a produção aumentou e a rotatividadedo pessoal diminuiu.
Em 1927, o Conselho Nacional de Pesquisas iniciou uma experiência na fabrica de Hawthorne da Western Eletric Company, situada em Chicago, para avaliar a correlação entre iluminação e eficiência dos operários, medida por meio de produção. A experiência foi coordenada por Elton Mayo, e estendeu-se à fadiga, aos acidentes de trabalho, à rotatividade de pessoal e ao efeito dascondições de trabalho sobre a produtividade do pessoal. Os pesquisadores verificaram que os resultados da experiência eram prejudicados por variáveis de natureza psicológica. Tentaram eliminar ou neutralizar o fator psicológico, estranho e impertinente, o que faz a experiência se prolongar até 1932.


PRIMEIRA FASE DA PESQUISA

Esta fase tem como objetivo principal avaliar mediante experiênciaqual o efeito que a variação da iluminação tem sob o rendimento dos funcionários no seu local de trabalho. Para isto, foram selecionados dois grupos de operários que desempenhavam as mesmas tarefas sob as mesmas condições de trabalho e foram alocados em salas separadas. O primeiro grupo (Grupo de Observação) trabalhava sob intensidade de luz variável, enquanto o segundo (Grupo de Controle)trabalhava com intensidade constante.
Após a experiência, os pesquisadores concluíram que o nível de iluminação do local de trabalho não influencia diretamente no rendimento dos trabalhadores. A experiência possibilitou a descoberta de mais um fator, o psicológico. Neste caso, os operários não são estimulados pela iluminação propriamente dita, e sim pelas suas suposições pessoais sobre as mudanças noambiente. Desta forma, entende-se que os funcionários se sentiam obrigados a aumentar o nível de produção conforme era aumentada a iluminação do local de trabalho. Esta fase permitiu constatar que o fator psicológico tem influência marcante sobre a eficiência dos funcionários. Tal influência foi considerada negativa, acarretando a sua eliminação da pesquisa por ser considerada inoportuna.SEGUNDA FASE DA PESQUISA

Objetivo

Estudar de que forma fatores psicológicos influenciavam a produtividade dos operários.

Metodologia utilizada

Foi escolhido o setor de montagem de relés telefônicos, funcionava em um salão no qual trabalhavam cem operárias;

Após observar, por certo período, o desempenho das trabalhadoras, montou-se uma sala de experiências nas mesmas condições do...
tracking img