Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1972 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO


1 - RESUMO 2
2 - INTRODUÇÃO 3
3 - COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL 4
3.1 - Compras Coletivas 6
4 - VANTAGENS DO COMÉRCIO ELETRÊNICO PARA EMPRESAS 6
5 - FUTURO DO E-COMMERCE 7
5.1 - M-Commerce - Mobile Commerce 7
5.2 - F-Commerce - Facebook Commerce 8
5.3 - T-Commerce - Television Commerce 8
5.4 - S-Commerce - Social Commerce 8
5.5 - Compra coletiva 9
5.6 -Lojas Virtuais Privadas 9
5.7 - Produtos Virtuais 9
5.8 - Tecnologias Alternativas de Pagamento 9
6 - BIBLIOGRAFIA 10


























RESUMO


Comércio eletrônico, e-commerce, ou ainda comércio virtual, é um tipo de transação comercial feita especialmente através de um equipamento eletrônico, como, por exemplo, um computador.
Conceitua-secomo o uso da comunicação eletrônica e digital, aplicada aos negócios, criando, alterando ou redefinindo valores entre organizações ou entre estas e indivíduos, ou entre indivíduos, permeando a aquisição de bens, produtos ou serviços, terminando com a liquidação financeira por intermédio de meios de pagamento eletrônicos.INTRODUÇÃO



O significado de comércio eletrônico vem mudando ao longo dos últimos 30 anos. Originalmente, CE significava a facilitação de transações comerciais eletrônicas, usando tecnologias como Eletronic Data Interchange (EDI) e Eletronic Funds Transfer (EFT). Ambas foram introduzidas no final dos anos 70, permitindo que empresas mandassem documentos comerciais como ordem de comprase contas eletronicamente. O crescimento e a aceitação de cartões de créditos, caixas eletrônicos, serviços de atendimento ao cliente (SAC) no final dos anos 80 também eram formas de CE. Apesar de a internet ter se popularizado mundialmente em 94, somente após cinco anos os protocolos de segurança e a tecnologia DSL foram introduzidos, permitindo uma conexão contínua com a Internet. No final de2000, várias empresas americanas e européias ofereceram seus serviços através da World Wide Web. Desde então, as pessoas começaram a associar à expressão ‘comércio eletrônico’ com a habilidade de adquirir facilidades através da Internet usando protocolos de segurança e serviços de pagamento eletrônico. No Brasil, o comércio eletrônico surgiu em 1995, logo depois da internet comercial. Entre asempresas pioneiras nas vendas online, destaca-se Livraria Cultura, Grupo Pão de Açucar, Lojas Americanas, Magazine Luiza e Booknet, esta última foi comprada por um grupo de investidores e mudou o nome para Submarino (empresa). O crescimento no número de compradores online sempre esteve diretamente relacionado ao aumento das velocidades de conexão. Quanto mais rápida a largura de banda, maior aprobabilidade das pessoas comprarem pela Internet, uma vez que a experiência de navegação fica mais agradável, mantendo as pessoas navegando por mais tempo e por mais páginas. Além disso, as lojas virtuais podem explorar funcionalidades tais como provadores virtuais, vídeos e fotos em alta definição, para aumentar a conversão de suas vendas.







COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASILMais de 21 milhões de pessoas acessaram uma loja online em 2009, um número de expressão, mesmo levando em conta que dos 21 somente 12 milhões efetuaram uma compra (muitos ainda utilizam sites de loja para fazerem pesquisas de preços). E por que isso? De acordo com uma pesquisa feita pelo Datapopular mostrou que 61% dos internautas de baixa renda costumam conferir os produtos em lojas físicasantes de fechar a transação pela internet, ou tem medo de cometerem um erro no momento da compra e não encontram garantias nos varejistas virtuais atualmente, que façam eles transitarem da compra em loja física para a virtual. A insegurança ainda é um obstáculo que o e-commerce esbarra quando se trata do brasileiro de menor poder aquisitivo. Mesmo assim o Brasil é o segundo país com maior índice de...
tracking img