Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1090 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE ECONOMIA – CAP 5, 6

Questões para revisão CAP 5
1. R- Elasticidade-preço da demanda é a medida do quanto a quantidade demandada de um bem reage a uma mudança no preço do bem em questão, calculada como a variação percentual da quantidade demandada dividida pela variação percentual do preço.
Quando a demanda é inelástica, um aumento de preços aumenta a receita total, e umadiminuição de preços reduz a receita total. Quando a demanda é elástica, um aumento de preços reduz a receita total, e uma diminuição de preços aumenta a receita total.Quando a demanda é unitária, uma mudança nos preços não afeta a receita total


2. R- Disponibilidade de bens substitutos próximos:
Bens substitutos próximos tendem a ter demanda mais elástica, pois é mais fácil para os consumidorestrocar por outros.
Bens necessários x bens supérfluos:
Os bens necessários tendem a ter demanda inelástica, enquanto a demanda por bens de luxo tende a ser elástica.
Definição do mercado:
A elasticidade da demanda em qualquer mercado depende de como traçamos os limites deste. Mercados definidos de forma restrita tendem a ter demanda mais elástica do que mercados definidos de forma ampla, uma vezque é mais fácil encontrar substitutos para bens definidos de maneira restrita.
Horizonte de tempo: Os bens tendem a apresentar demanda mais elástica em horizontes de tempo mais longos.

3. R- Se a elasticidade é maior que 1, a demanda é elástica. Se a elasticidade é igual a 0, a demanda é perfeitamente inelástica.

4. R-







5. R- Com uma curva de demanda elástica, um aumento nopreço provoca uma redução proporcionalmente maior na quantidade demandada, logo a receita total diminui.

6. R- Denominamos de bens inferiores, pois a quantidade demandada e a renda se movem em direções opostas. Assim, possuem elasticidade-renda negativa.

7. R- Calcula-se dividindo variação percentual da quantidade ofertada pela variação percentual do preço. A elasticidade-preço da oferta medeo quanto a quantidade ofertada responde a mudanças no preço.

8. R- A elasticidade é zero, pois a qualquer preço dado a quantidade ofertada será a mesma.

9. R- Costuma ser maior no longo prazo. Porque no curto prazo, quando a oferta e demanda são inelásticas, um deslocamento da oferta provoca um grande aumento no preço e no longo prazo quando oferta e demanda são elásticas, um deslocamento daoferta provoca um grande aumento no preço.

10. R- No decorrer de períodos mais longos, os produtores de petróleo que não são membros da Opep respondem aos altos preços aumentando a exploração e construindo nova capacidade de extração. Os consumidores respondem com maior economia, por exemplo, substituindo carros antigos e beberrões por outros mais novos e mais eficientes, que consomem menosgasolina.











Problemas e Aplicações – CAP 5

2. R -

3. R -

4. R -

5. R -

6. R -

























Questões para revisão CAP 6

1. R- Preço máximo: O governo determina o preço máximo da gasolina, pois acredita que com isso mais pessoas terão acesso ao produto. Preço mínimo: O governo determina o preço mínimo do álcool, poisacredita que com isso irá melhorar a renda dos produtores de cana de açúcar.

2. R- Quando o governo impõe um preço máximo a um mercado competitivo, surge a escassez do produto e os vendedores são obrigados a racionar os bens escassos entre um número grande de compradores em potencial. Já quando o governo impõe um preço mínimo a um mercado competitivo, surge o excedente do produto e osvendedores não conseguirão vender a quantidade que desejam ao preço de mercado.

3. R-




4. R- Os economistas se opõem aos controles de preço porque controlando o preço de um determinado produto, faz com que o preço fique diferente do preço de equilíbrio do que o preço em um mercado competitivo, isso trás prejuízos para os consumidores ou para os produtores.

5. R- Quando um imposto passa a...
tracking img