Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2811 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ECONOMIA

Curso: Administração- Ciências Contábeis

Etapa 1
Fundamentos Econômicos

1 - O custo de oportunidade está associado à Teoria da Curva de Possibilidade de Produção (CPP), que ilustra graficamente como a escassez de fatores de produção cria um limite para a capacidade produtiva de uma empresa, país ou sociedade. Essa curva é convexa em relação ao ponto de origem no gráfico (0) erepresenta todas as possibilidades de produção que podem ser atingidas com os recursos e tecnologias existentes (recursos financeiros, materiais e, principalmente, humanos).
Assim, devido à limitação de recursos, a produção total, de um país, por exemplo, tem um limite máximo, uma produção potencial, que é representada por um ponto sobre a curva. Quando está atuando num ponto sobre a curvaqualquer alteração, supondo flexibilidade de fatores, qualquer contratação de trabalhadores poderá gerar um custo de oportunidade, conforme o exemplo adiante.
Quando o ponto esta dentro da curva economia operando com capacidade ociosa ou desemprego de recursos (fatores de produção subutilizados). Neste pormenor, não há custo de oportunidade a contratação de um trabalhador a mais.
Atuar num pontofora da CPP é uma situação impossível, pois não podemos empregar mais fatores de produção do que os dispomos. Esse ponto somente será atingido com um aumento na CPP, que representará um acréscimo de fatores de produção, representando o desenvolvimento de uma sociedade.

2 - A Curva de Possibilidade de Produção também conhecida como Fronteira de Possibilidade de Produção expressa graficamente olimite máximo que uma determinada economia pode produzir através da combinação de dois recursos, por exemplo, capital e terra. Pode também ser expressa para demonstrar o quanto a economia pode produzir de dois bens e a relação entre estes. Para produzir mais de uma unidade do bem A, por exemplo, é necessário abrir mão de uma determinada quantidade do bem B, essa determinada quantidade é dada pelaTaxa Marginal de Substituição (TMS).

3 - Digamos que, as pessoas reagem de modo diferente à variação no preço dos diferentes produtos. Quando falamos de bens essenciais, tais como os alimentos, a sua procura não se altera significativamente quando ocorrem variações no preço. Por outro lado, na procura de um bem inferior ou produtos de luxo (carros, viagens, jóias, etc.) a sensibilidade ao preçoaumenta.
Encontraram-se assim duas categorias que classificam os produtos conforme a reação da sua procura face a variações no preço:
Bens elásticos – quando a sua quantidade procurada responde fortemente a variações no preço.
Quando a uma variação de 1% no preço corresponde uma variação superior a 1% na quantidade procurada.
Bens rígidos (inelásticos) – quando a sua quantidade procuradaresponde de modo mais ligeiro a variações no preço.

Etapa 2
Microeconomia: Formação de preços

American Airlines
Companhia American Airlines voltou a operar normalmente após cancelar mais de 3.000 vôos e chamar para revisão 300 aviões MD-80 na última semana passada, a fim de inspecionar seus cabos elétricos. A Autoridade Federal de Aviação (FAA) concedeu no sábado, dia 12/04/2008,autorização para que esses aviões voltassem a voar, após comprovar que cumpriam as normas de segurança e contra incêndios.  Os cancelamentos desta semana deixaramem terra centenas de milhares de pessoas. Duas semanas antes, a American Airlines tinha suspendido quase 400 vôos para consertos em seus aparelhos, mas a FAA obrigou a revisar novamente os MD-80, ao considerar que o cabeamento dos trens de pouso não estava protegido e armazenado suficientemente. Os cancelamentos de serviços provocaram em meados desta semana uma forte desvalorização das ações da...
tracking img