Economia e sociedade no egito e mesopotamia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ECONOMIA E SOCIEDADE NO EGIPTO E MESOPOTÂMIA

1-INTRODUÇÃO

Mesopotâmia é o nome dado à região situada entre o curso dos rios Tigre e Eufrates, tendo como fronteiras naturais a norte, as montanhas arménias de Ararate, a sul a costa do golfo Pérsico, a oeste regiões desérticas e a este as montanhas de Zagros. Compreende os territórios do actual Iraque e partes da Síria, Turquia e Irão. Nelafloresceram grandes impérios e cidades-estado de civilizações como a dos Sumérios, Babilónios, Assirios, Hititas e Persias.
Mapa da região da Mesopotâmia com cidades actuais e antigas. Fonte: Handbook to life in Ancient Mesopotamia

Os dois rios, Tigre e Eufrates, foram essenciais para o desenvolvimento dos povos que aí se fixaram. Forneciam água em abundância, pelo que tornaram a regiãopróspera em termos agricolas, para além de servirem de via de comunicação. Em termos geográficos existiam diferenças que dividiam a Mesopotâmia em duas regiões distintas: a norte as planicies da Assiria e a sul a zona constantemente afectada por cheias da Babilónia. Essas diferenças geográficas, reflectiam diferenças entre os povos que habitavam essas regiões em termos culturais, políticos e economicos.A região da Babilónia, próspera no que diz respeito à agricultura, devido aos canais de irrigação fornecidos pelos rios (Serviam-se mais do Eufrates, visto ter correntes mais fracas, ao contrário do Tigre que tinha correntes fortes). A região norte tinha poucos terrenos aráveis, estando o cultivo confinado às margens do rio Eufrates.

A Mesopotâmia, reconhecida por ter sido o berço dacivilização, situa-se no sul, na antiga Babilónia, mais concretamente na Suméria. Foi nessa região, que grandes desenvolvimentos fizeram com que a sociedade da época se tornasse mais urbana; esses desenvolvimentos estão relacionados com a religião, a produção agricola (veio permitir a grandes grupos populacionais sedentarizarem-se), a estratificação social, a produção artesanal, para além de inovaçõestecnológicas como a invenção da escrita. De facto os sumérios não foram os únicos a abraçar essas formas de vida, desenvolvimentos e inovações, mas foram os primeiros a fazê-lo e como tal influenciaram os povos das regiões circundantes levando-os a adoptar o mesmo modo de vida.

A oeste surge uma segunda civilização, que tal como na Mesopotâmia se serve dos rios para se desenvolver. A civilizaçãoegipcia surge por volta do ano 3000 a.C., no nordeste do continente africano. O território onde se desenvolveu estava rodeado pelo deserto libio a oeste e a este por uma região de deserto da Peninsula do Sinai.

O território estava dividio em duas partes: Alto Egipto a sul, e Baixo Egipto ao norte. Cada uma destas zonas encontrava-se ainda subdividida em 42 nomos, ou seja regiões jurídicas maispequenas, de forma a facilitar a admnistração do território.

O Egipto é rico em recursos naturais; serve-se das margens do Nilo para se desenvolver, sendo este fator o seu bem mais valioso, do qual se serve para irrigar os campos agrícolas, para a pesca, tirando ainda partido da utilização dos juncos que crescem nas suas margens para fazerem papiros, e da lama para ser utilizada como tijolos emconstruções variadas; servia ainda como meio de transporte e comunicação. Nem só do Nilo viviam os egipcios, pois serviam-se igualmente dos desertos circundantes para extrair pedras para construção, para além de metais e pedras preciosas como ouro e cobre. O único recurso natural que parece faltar ao Egipto é a madeira, devido à escassez de árvores.

Mapa do Egipto. Fonte: Crónicas dos Faraós

Ésobre estas duas regiões que nos propomos fazer uma breve análise em relação aos modelos de sociedade e economia.

2-MESOPOTÂMIA

A situação geográfica da Mesopotâmia, mais concretamente a influência dos rios Tigre e Eufrates, sem duvida que ajudou a moldar aquilo que viria a ser a sociedade na região. A sedentarização dos povos durante o periodo do Neolitico deu-se precisamente junto...
tracking img