Economia verde

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RIO “Rumo a uma Economia Verde: Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável e a Erradicação da Pobreza”. A pesquisa mostra como estão sendo desenvolvidas estratégias de Economia Verde, na qual as empresas usam menos recursos naturais e cuidam melhor de seus resíduos.
A China é o país que mais investe em energia renovável. O Brasil aparece como um bom exemplo na área de planejamento urbano,sobretudo as iniciativas implantadas em Curitiba. O relatório ressalta, ainda, a construção no país de 500 mil casas com sistemas de aquecimento solar, resultando em 30 mil novos empregos.
“desafia o mito de que economia e meio ambiente não se relacionam. Com políticas públicas inteligentes, os governos podem fazer crescer suas economias, gerar emprego decente e acelerar o progresso social de forma amanter a pegada ecológica da humanidade dentro da capacidade do planeta”.
Foram três anos de pesquisa, envolvendo centenas de especialistas, que confirmam: investimentos de 2% do PIB global em dez setores-chave da economia bastariam para fazer a atual economia poluente e ineficiente em uma economia verde.
- Um novo indicador de riqueza vai além do PIB e internaliza os custos da poluição edegradação ao trazer o verdadeiro valor da natureza, com base em cálculos que nos levam a um caminho de sucesso e economicamente sustentável.
Além de governança internacional e redução da pobreza, a Conferência Rio+20 em 2012 terá como tema central a Economia Verde. Esse termo, que surgiu no contexto da Rio 92, foi recentemente elaborado e divulgado mundo afora em relatório do Programa das NaçõesUnidas para o Meio Ambiente (Pnuma), em 2011. Em pouco tempo, tornou-se praticamente consensual. Parece apresentar-se como alternativa ao desenvolvimento sustentável, que havia sido consagrado no Rio de Janeiro em 1992.
A Economia Verde está relacionada diretamente a mudanças climáticas: baixo carbono, eficiência energética, energia renovável, etc. No intuito de relativizar a fortíssima ênfase emclima depois de 2007, a biodiversidade e os ecossistemas foram reincorporados no discurso por meio da iniciativa TEEB, organizada pelo Pnuma e financiada pela Comissão Europeia e governos europeus (Alemanha, Países Baixos, Noruega, Suécia e Reino Unido). Por outro lado, os impactos ambientais referentes à poluição industrial e aos resíduos urbanos (a “Agenda Marrom”) e à água superficial e subterrânea(a “Agenda Azul”) continuam sem a mesma atenção. Os fluxos de água atmosférica (“rios aéreos”), que poderiam ser uma “Agenda Branca”, continuam invisíveis nas esferas políticas.
O tratamento que será dado à Economia Verde fará muita diferença para as políticas públicas, o papel do Estado (a governança que temos atualmente), os padrões de produção e consumo e os rebatimentos nos diversosterritórios no Brasil e no mundo. Os efeitos positivos esperados poderão não se verificar, como também poderão surgir efeitos negativos inesperados, ao menos se não houver uma análise adequada de todos os aspectos em jogo.
O uso do termo Economia Verde, aparentemente no lugar de desenvolvimento sustentável, termo considerado desgastado ou esvaziado, merece uma série de cuidados. Urge evitar que os efeitosacabem sendo insignificantes ou mesmo perversos, especialmente na medida em que o foco fica desviado para assuntos e espaços geográficos menos importantes, sem manter os diversos ecossistemas funcionando e sem atender às necessidades humanas atuais e futuras. Apesar das semelhanças e do apelo mercadológico, Economia Verde implica grande risco de se transformar em algo muito diferente dedesenvolvimento sustentável. Ainda que limitado e vago, o termo Desenvolvimento Sustentável e seu significado explícito (atendimento às necessidades do presente sem prejudicar o atendimento às necessidades das futuras gerações) foram consagrados por todos os países do mundo em 1992. Há que se levar em conta que qualquer linguagem diplomática consensual, ainda mais quando acordada globalmente, é...
tracking img