Economia internacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1586 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ouro– Libra:   
   1) Permaneceu de 1819-1914;  
   2) Houve tentativa de retorno a esse padrão do fim da Primeira Guerra até os  
   anos 1930;
  O primeiro período corresponde ao padrão ouro-libra. Nesse período, a grosso modo, a Inglaterra mantém a paridade de sua moeda em relação ao ouro, tem déficit comercial, mas não tem déficits em conta corrente (déficits só começam a aparecer em1914) e financia todo o seu déficit de balança de pagamentos causado pela saída de capital de longo prazo, recebendo as aplicações de curto prazo do resto do mundo.
Nesse sistema, é importante ressaltar que, por conta do protecionismo, dos ganhos de produtividade dos outros países que se industrializam e também do câmbio fixo inglês, os crescentes déficits de mercadorias da Grã-Bretanha sãocompensados pelos serviços não-fatores (seguros, fretes), pelo grande saldo de mercadorias positivo com as colônias (particularmente no que diz respeito à Índia) e pela renda líquida recebida dos seus investimentos no exterior (DeCecco, 1984).
No segundo período, que se inicia ao final da Primeira Guerra, vemos queo sistema já não funciona adequadamente. O retorno à conversibilidade é feito à paridadeantiga, a despeito da inflação ocorrida durante a Primeira Guerra e da mudança de paridadede vários outros países. O retorno é um fracasso. A Inglaterra perdeu competitividade devido aos extensos déficits acumulados na 1ºGM. Além disso, o ouro começa a fluir para os EUA, porém o EUA não estava preparado para cumprir a função desempenhada pelo ING anteriormente.
Ao longo desse período, os EstadosUnidos obtêm saldos positivos tanto na conta corrente (na balança comercial) quanto na conta de capitais, atraindo todo o ouro do mundo. Para piorar a situação, nos anos 1930, os Estados Unidos aumentam suas tarifas, sobem a taxa de juros e ainda desvalorizam o câmbio, lançando o mundo na grande depressão.

Ouro – Dólar:
Depois da Segunda Guerra, temos o período do padrão ouro-dólar de BrettonWoods. Nesse período, que vai até 1971, o preço oficial do ouro em dólar é mantido fixo.
No início do período, os Estados Unidos têm saldo comercial e em conta corrente positivos, mas a guerra fria faz com que, via ajuda, empréstimos e investimento direto, os Estados Unidos tenham crescentes déficits na balança de pagamentos. Ao longo do tempo, com a reconstrução dos demais países capitalistascentrais (incentivada e financiada pelos próprios americanos), os saldos comerciais e de conta corrente dos Estados Unidos são reduzidos continuamente até se tornarem negativos em 1971.

Vantagens do sistema padrão-ouro:
A estabilidade dos preços no longo prazo tem sido descrita como a grande virtude do padrão-ouro. Sob o padrão-ouro, elevados níveis de inflação são raros, e a hiperinflação équase impossível visto que a oferta monetária pode somente crescer à taxa que a oferta de ouro cresce. Fornece taxas de câmbio internacionais fixas entre os países que o adotam, e assim reduz a incerteza no comércio internacional.

Desvantagens de sistema padrão-ouro:
A baixa quantidade de ouro disponível no mundo.
A deflação recompensa os poupadores e pune os devedores. Os emprestadores tornam-semais ricos, mas podem escolher poupar uma parte de sua riqueza adicional ao invés de gastá-la. O montante total de despesas é portanto propenso a cair.
Como a oferta de ouro é determinada pela quantidade que há, a política monetária não poderia mais ser usada para estabilizar a economia em tempos de recessão econômica, ou seja, a politica monetária é determinada pela produção de ouro. Algunsautores acreditam que a grande depressão pode ter o padrão-puro como um dos causadores (deflação o os banco centrais nada podiam fazer).

Keynes:


Keynes afirma que o desenvolvimento do mercado de capitais aumenta a volatilidade do investimento pois tal desenvolvimento está associado a uma fragilidade crescente do estado de confiança. De fato, a decisão de investimento em capital...
tracking img