Economia industrial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1325 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Contribuições teóricas
Considerado como um dos fundadores da escola clássica inglesa da economia política, juntamente com Adam Smith e Thomas Malthus, as suas obras mais destacadas incluem:
• O alto preço do ouro, uma prova da depreciação das notas bancárias (The high price of bullion, a proof of the depreciation of bank notes), em 1810;
• Ensaio sobre a influência de um baixopreço do cereal sobre os lucros do capital (Essay on the influence of a low price of corn on the profits of stock), em 1815;
• Princípios da economia política e tributação (Principles of political economy and taxation), em 1817 (reeditado em 1819 e 1821).
David Ricardo exerceu uma grande influência tanto sobre os economistas neoclássicos, como sobre os economistas marxistas, o que revela suaimportância para o desenvolvimento da ciência econômica. Os temas presentes em suas obras incluem a teoria do valor-trabalho, a teoria da distribuição (as relações entre o lucro e os salários), o comércio internacional, temas monetários.
A principal questão levantada por Ricardo nessa obra se trata da distribuição do produto gerado pelo trabalho na sociedade. Isto é, segundo Ricardo, aaplicação conjunta de trabalho, maquinaria e capital no processo produtivo gera um produto, o qual se divide entre as três classes da sociedade: proprietários de terra (sob a forma de renda da terra), trabalhadores assalariados (sob a forma de salários) e os arrendatários capitalistas (sob a forma de lucros do capital). O papel da ciência econômica seria, então, determinar as leis naturais queorientam essa distribuição, como modo de análise das perspectivas atuais da situação econômica, sem perder a preocupação com o crescimento em longo prazo.
A sua teoria das vantagens comparativas constitui a base essencial da teoria do comércio internacional. Demonstrou que duas nações podem beneficiar-se do comércio livre, mesmo que uma nação seja menos eficiente na produção de todos os tipos debens do que o seu parceiro comercial. Pois, Ricardo defendia que nem a quantidade de dinheiro em um país nem o valor monetário desse dinheiro era o maior determinante para a riqueza de uma nação. Segundo o autor, uma nação é rica em razão da abundância de mercadorias que contribuam para a comodidade e o bem-estar de seus habitantes. Ao apresentar esta teoria, usou o comércio entre Portugal eInglaterra como exemplo demonstrativo.
A equivalência ricardiana, uma outra teoria, é um argumento que sugere que em certas circunstâncias, a escolha entre financiar as despesas através de impostos ou através do déficit não terá efeito na economia. Analisou também a natureza da renda da terra.
Renda da terra
 
Renda da terra é uma categoria da Economia Política referente ao pagamento, porparte dos capitalistas, aos senhores de terra, pelo direito de uso da terra na produção de grãos. O conjunto de formulações dos economistas de Adam Smith a Marx, passando por David Ricardo, é conhecido como teoria de renda. Adam Smith conceituou a renda como um pagamento de transferência da classe de capitalistas à classe de senhores de terra, pelas propriedades 'originais e indestrutíveis' dosolo. David Ricardo deu-lhe uma formulação quasi-matemática com a teoria da renda diferencial, e Marx após uma crítica inconclusiva dessa, preconizou, ainda que hipotéticamente, além da renda diferencial, a renda absoluta e a renda de monopólio.
Assim, segundo a formulação de Adam Smith : sociedade organizada em 3 classes; Ricardo: pressuposto de equilíbrio e precursor do marginalismo; Marx:tentativa de crítica, inconclusiva.
Para toda a Economia  Política, as implicações, ou pressupostos, da teoria de renda são:
|Fundamentais (da categoria renda [capitalista]): |
|Sociedade estruturada em 3 classes: capitalistas, trabalhadores (assalariados) e senhores de terra. |
|...
tracking img