Economia do continente africano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2422 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Economia do Continente Africano
Países | Moedas | PIB (em milhões de USD) |
África do Sul | Rand | 357 259 |
Angola | Kwanza | 85 312 |
Argélia | Dinar argelino | 160 270 |
Benim | Franco CFA | 6 649 |
Botswana | Pula | 14 030 |
Burkina Faso | Franco CFA | 8 781 |
Burundi | Franco do Burund | 1 489 |
Cabo Verde | Escudo cabo-verdiano | 1 651 |
Camarões |Franco CFA | 22 478 |
Chade | Franco CFA | 7 848 |
Costa do Marfim | Franco CFA | 22 823 |
Djibouti | Franco do Djibouti | 1 140 |
Egito | Libra egípicia | 218 466 |
Erritréia | Nakfa | 2 117 |
Etiópia | Birr | 29 717 |
Gana | Cedi | 31 084 |
Gambia | Dalassi | 1 067 |
Gabão | Fraco CFA | 13 056 |
Guiné | Franco guineense | 4 633 |
Guiné Bissau | Franco CFA| 837 |
Guiné Equatorial | Equatorial | 14 485 |
Líbia | Dinar líbio | 74 232 |
Libéria | Dólar liberiano | 974 |
Lesoto | Loti | 2 127 |
Mauritânia | Ouguiva | 3 799 |
Mali | Franco CFA | 9 268 |
Malawi | Kwacha malawiana | 5 053 |
Madagascar | Ariary | 8 345 |
Marrocos | Dirham marroquino | 103 482 |
Maurícia | Rupia mauriciana | 9 729 |
Moçambique |Metical | 9 893 |
Nimíbia | Dólar namibiano | 11 865 |
Nigéria | Naira | 216 803 |
Níger | Franco CFA | 5 577 |
Quênia | Xelim queniano | 32 163 |
Repúbçica Democrática do Congo | Franco congolês | 13 125 |
República do Congo | Franco CFA | 11 530 |
Ruanda | Franco ruandes | 5 622 |
Somália | Xelim somaliano | 5 896 |
Saara Ocidental | Dirham marroquino | - semdados |
São Tomé e Principe | Dobra | 196 |
Serra Leoa | Leone | 1 905 |
Sudão | Dinar sudanês | 68 441 |
Tanzânia | Xelim tanzaniano | 22 671 |
Togo | Franco CFA | 3 194 |
Tunísia | Dinar tunisinoHYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Togo" \o "Togo" | 44 290 |
Uganda | Novo xelim do Uganda | 17 011 |
Zimbábue | Dólar zimbabuano | 7 474 |

A Economia da Áfricaconsiste no comércio, na indústria, e nos recursos dos povos da África. A África é o continente mais pobre do mundo. Embora algumas partes do continente tenham conseguido ganhos significativos nos últimos anos, 25 das 53 nações africanas foram classificadas como tendo o mais baixo nível de vida entre as nações do mundo.
Porém Algumas nações alcançaram relativa estabilidade política, como é o casoda África do Sul, que possui sozinha 1/5 do PIB de toda a África. O principal bloco econômico é o SADC, formado por 14 países. O PIB total da África é de apenas 1% do PIB mundial e o continente participa de apenas 2% das transações comerciais que acontecem no mundo. Cerca de 260 dos 783 milhões de habitantes da África vivem com menos de 1 dólar ao dia, abaixo do nível da pobreza definido peloBanco Mundial.
O Banco Mundial relata que a economia de países africanos subsarianos cresceu nas taxas que combinam taxas globais. As economias das nações africanas em crescimento rápido estão até acima das taxas médias globais. As nações superiores em 2007 incluem Mauritânia com crescimento em 19.8%, Angola com 17.6%, Sudão com 9.6%, Moçambique com 7.9% e Malawi com 7.8%. A África do Sul possuisozinha um quinto do PIB de toda a África.
Distinguindo-se pelas elevadas taxas de natalidade e de mortalidade e pela baixa expectativa de vida e abrigando uma população jovem, a África caracteriza-se pelo subdesenvolvimento. Aparecendo ao mesmo tempo como causa e conseqüência desse panorama, os setores econômicos em que os países africanos apresentam algum destaque constituem herança do seu passadocolonial: o extrativismo e a agricultura - setores em que são baixos os investimentos e o custo da mão-de-obra - cuja produção é destinada a abastecer o mercado externo.
A incipiente industrialização do continente, por sua vez, está restrita a alguns pontos do território. Iniciou-se tardiamente, após o processo de descolonização, motivo pelo qual as indústrias africanas levam grande desvantagem...
tracking img