Economia chinesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2614 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Econômia

A China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A média de crescimento econômico deste país, nos últimos anos é de quase 10%. Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, inclusive a do Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) da China atingiu US$ 6,05 trilhões ou 39,8 trilhões de yuan em 2010 (com crescimento de 10,3%), fazendo deste paísa segunda maior economia do mundo (fica apenas atrás dos Estados Unidos). Estas cifras apontam que a economia chinesa representa atualmente cerca de 15% da economia mundial.
Quando é considerada a Paridade de Poder de Compra (PPC), com um PIB de 7,8 trilhões de dólares americanos (valores de 2008). Considerando-se o PIB nominal é a terceira maior, ficando atrás da americana e dajaponesa, com um PIB nominal de 4,3 trilhões de dólares (valores de 2008), quando é baseada na taxa de câmbio. O Banco Central chinês, porém, anunciou ter superado o Japão em 30 de julho de 2010.
A China é a nação com o maior crescimento econômico dos últimos 25 anos no mundo, com a média do crescimento do PIB em torno de 10% por ano. A renda per capita da China tem crescidocerca de 8% ao ano em média nos últimos 30 anos e mais 15 em média aos 25 anos de exportação, que reduziu drasticamente a pobreza no país, mas este rápido crescimento trouxe grandes desigualdades na distribuição de renda. A renda per capita do país está classificada como mediana a baixa, se comparada com os padrões mundiais, e está em cerca de 3.180 dólares por pessoa (nominal, 104º numa lista de 178países/economias), e em 5.943 dólares por pessoa (PPP, 97º numa lista com 178 países/economias) em 2008, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI).
Apesar do tamanho da China,grande e um pouco cabresto cabe bem de sua abundância de recursos naturais, e de ter cerca de 20% da população mundial vivendo dentro de suas fronteiras, o seu papel dentro da economia mundial foirelativamente pequeno por mais de um século, começando em 1890. Porém, desde do final da década de 1970, o governo chinês reformou a economia do país, que passou de uma economia planificada centralizada com base soviética, que era bastante fechada ao comércio internacional, para uma economia de mercado, que tem um setor privado em rápido crescimento e que desempenha um papel fundamental na economia global.Desde que foram introduzidos, estas reformas ajudaram milhões de pessoas a saírem da pobreza, cujo índice encolheu de 53% em 1981, para apenas 8% em 2001. O governo chinês chama o seu sistema econômico de "socialismo com características chinesas", mas o que isso realmente significa é disputado. Alguns o consideram como uma economia mista, outros o consideram comocapitalismo. Embora alguns tenham dito que apenas um terço da economia é controlado pelo estado, os setores que são estatalmente controlados são as maiores e mais importantes indústrias. As estimativas variam sobre a porcentagem da composição do setor privado no PIB. Segundo a OECD, o setor privado chinês domina 59,9% do PIB. O setor público é dominado por 159 empresas estatais sob o controle do governocentral, em setores importantes, tais como o setor de utilidade pública, indústrias pesadas e recursos energéticos. Estas empresas estatais possuem e controlam dezenas de milhar de empresas subordinadas. Governos de cidades, de comunidades e de pequenas povoações também controlam empresas estatais ou coletivas ao seu nível local.
Desde o final do ano de 2009 e do começo do ano de 2010, asreformas econômicas começaram inicialmente com a mudança do trabalho na agricultura para um sistema de responsabilidade familiar, com o objetivo de sair do sistema de agricultura coletiva. A reforma expandiu-se mais tarde para incluir a liberação gradual dos preços, a descentralização fiscal, o aumento da autonomia das empresas estatais, que aumentaram o controle das autoridades governamentais...
tracking img