Economia brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 54 (13275 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE MORUMBI SUL
Curso: 5º Semestre de ADM Geral
Resumo Geral
Economia Brasileira Contemporânea
Profº. Lourival Vieira
O resumo inicia-se a partir do capítulo 7 do livro Economia Brasileiro conforme publicado
pela Editora Saraiva. Para um aprofundamento maior no assunto sugiro a leitura completa
do livro:
REGO, José Márcio & MARQUES, Rosa Maria (Orgs). Economia Brasileira. 3ª edição.São Paulo: Saraiva 2006.
1
Capítulo 7: Plano de Metas de Juscelino Kubitschek – Planejamento Estatal e
Consolidação do Processo de Substituição de Importações
• > O planejamento estatal brasileiro, consubstanciado no Plano de Metas de Juscelino
Kubitschek, é considerado um caso bem-sucedido de formulação e implementação de
planejamento.
• > O Estado conseguiu articular grandes somas deinvestimentos privados de origem
externa e interna.
• > Contrariamente ao projeto nacionalista de Vargas, havia uma clara aceitação da
predominância do capital externo, limitando-se o capital nacional ao papel de sócio menor
desse processo.
• > Os grandes investimentos estatais em infra-estrutura, bem como as empresas
estatais do setor produtivo, estariam a serviço da acumulação privada.
7.1Planejamento estatal – 50 anos em 5
• > O planejamento estatal começou a ser utilizado na URSS, com o primeiro plano
qüinqüenal de 1929, no momento em que praticamente toda a economia mundial começava
a enfrentar os duros anos da Grande Depressão.
• > Durante a Grande Depressão a participação da produção industrial soviética no total
mundial aumentou de 5%, em 1929, para 18%, em 1938.
• >Rapidamente os termos “plano” e “planejamento” passaram a freqüentar os debates
mesmo nas economias capitalistas, que não eram centralmente planejadas.
• > Com a divulgação da macroeconômica keynesiana e com a evolução dos modelos de
crescimento, típicos da ideologia desenvolvimentista, o planejamento estatal passou a ser
uma técnica utilizada intensamente em todo o mundo.
• > As técnicas deplanejamento foram aperfeiçoadas com a utilização de modelos de
política econômica e de novos instrumentos, como a programação linear, os modelos
econométricos e as matrizes de insumo-produto.
• > Nesse contexto, iniciou-se a atividade de planejamento no país.
2
• > Entre 1951 e 1953 (Governo Vargas), foi constituída a Comissão Mista Brasil-Estados
Unidos (CMBEU), com o objetivo de elaborarprojetos que seriam financiados pelo Eximbank
e pelo Bird.
• > Posteriormente, em 1953, foi constituído o Grupo Misto BNDE-Cepal que constituiu a
base do Plano de Metas.
• > O trabalho do Grupo Misto seria o de fazer um levantamento exaustivo dos principais
pontos de estrangulamento da economia brasileira, além de identificar áreas industriais com
demanda reprimida.
• > Com base nessediagnóstico, caberia às comissões propor projetos e planos
específicos para a superação dos pontos de estrangulamentos, considerando as repercussões
e as necessidades criadas pela introdução de novos ramos industriais.
• > O Plano de Metas proposto por JK para o período de 1956-1960 continha um conjunto
de 31 metas, incluída a meta-síntese: a construção de Brasília.
• > Os setores de energia,transporte, siderurgia e refino de petróleo receberiam a maior
parte dos investimentos do governo.
• > Subsídios e estímulos seriam concedidos para expansão e diversificação do setor
secundário, produtor de equipamentos e insumos com alta intensidade de capital.
• > Foram criados grupos executivos, colegiados que congregavam representantes
públicos e privados para a formulação conjunta de políticasaplicáveis às atividades
industriais privadas:
– Geia – Automobilismo;
– Geicon – Construção Naval;
– Geimar – Máquinas agrícolas e rodoviárias;
– Geimap – Mecânica pesada;
– Gemf – Exportação de minério de ferro; e
– Geimf – Material ferroviário
• > O Plano de Metas financiava os gastos públicos e privados com expansão dos meios
de pagamento e de crédito, via empréstimos do BNDE.
3...
tracking img