Ecomomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (734 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
http://economia.estadao.com.br/noticias/economa%20brasl,juro-basico-nao-cai-neste-ano-dizem-economistas,81861,0.htm jornal o estado de sao paulo (www.estadao.com.br)
Você está em Economia
Iníciodo conteúdo
Juro básico não cai neste ano, dizem economistas
Para analistas, desaceleração da atividade não é forte e riscos inflacionários persistem
26 de agosto de 2011 | 23h 08

*Notícia
* Comentários 64
*
Email
Print
A+ A-
* Assine a Newsletter
*
*

Márcia de Chiara, de O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO -

VEJA TAMBÉM

*Mantega falará em Conselho Político sobre efeitos da crise global
* ENTENDA como a crise afeta sua vida

A economia brasileira ainda enfrenta riscos inflacionários neste semestre e a desaceleraçãodo ritmo de atividade nos últimos meses não é forte o suficiente para sinalizar o corte da taxa básica de juros, a Selic, até o fim deste ano, avaliam economistas ouvidos pelo ‘Estado’.

"O corte dejuros será o próximo passo do Banco Central (BC), mas não no curto prazo nem neste ano", afirma a economista-chefe para a América Latina do Royal Bank of Scotland, Zeina Latif. "A essa altura, parecedifícil achar argumentos econômicos convincentes para baixar a Selic", afirma o economista-chefe da MB Associados, Sergio Vale.

Nesta semana cresceram os rumores no governo de que o BC poderáreduzir a Selic, hoje em 12,5% ao ano, no fim deste ano. A próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC ocorre terça e quarta-feira da semana que vem.

Na opinião da economistaAlessandra Ribeiro, sócia da Tendências Consultoria Integrada, "nada está jogando a favor da queda dos juros no curto prazo". Entre os fatores apontados por ela, estão a concessão de crédito a pessoasfísicas, que em 12 meses até julho cresceu 2,2%, e as vendas no varejo, que aumentaram 7,1% até junho nas mesmas bases de comparação. Em janeiro, as novas concessões de crédito cresciam em 12 meses 11,4%...
tracking img