Ecologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1718 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ECOLOGIA
Prof. Dr. Luiz Augusto da Costa
Porto

DEFINIÇÕES GERAIS
Ecologia ⇒ do grego oikos = casa e logos = estudo.
Literalmente, ecologia é o estudo do “lugar onde se
vive,” ou “padrão de relações entre os
organismos e o seu ambiente”.
Segundo o Novo Dicionário Aurélio:
“ecologia estuda as relações entre os seres vivos e
o meio ou ambiente em que vivem, bem como
as suas recíprocasinfluências.”

Economia ⇒ do grego oikos = casa e nomia =
manejo, gerenciamento.
A economia traduz-se como o “manejo da casa.”
Então a ecologia e a economia
companheiras.

deveriam ser

Infelizmente ainda hoje, ecólogos e economistas são
adversários antitéticos.

INTRODUÇÃO
Desde o início da história humana, a ecologia era de
interesse prático.
Para sobreviver na sociedadeprimitiva, todos
indivíduos precisavam conhecer o seu ambiente,
ou seja, as forças da natureza e os vegetais e
animais em volta deles.
O início da civilização coincidiu com o uso do fogo
e de outros instrumentos para modificar o
ambiente.
Com o avanço tecnológico a humanidade esqueceu
que depende da natureza para suprir as
necessidades diárias.

Os sistemas econômicos passaram a valorizaros
serviços e produtos feitos por seres humanos e que
trazem benefícios primariamente para o indivíduo,
mas dão pouco valor ao produtos e serviços da
natureza e que trazem benefícios a toda sociedade.
Enquanto não ocorrer uma crise, aproveitamos esses
serviços e produtos naturais sem pensar;
imaginamos que são ilimitados ou, substituíveis
por inovações tecnológicas, apesar das evidênciasindicarem o contrário.

O paradoxo é que as nações industrializadas atingiram
sucesso, desvinculando a sociedade humana da natureza,
através da exploração de combustíveis fósseis, que estão
sendo esgotados com rapidez e foram produzidos pela
natureza e são finitos.
As leis básicas da natureza não foram revogadas, apenas
suas feições e relações mudaram, à medida que a
população mundial eseu prodigioso consumo de energia
aumentaram nossa capacidade de alterar o ambiente.
Contudo, a civilização ainda depende do ambiente natural,
não apenas para energia e materiais, mas também para os
processos vitais, tais como o ciclo do ar e da água.

A sobrevivência da espécie Homo sapiens depende
do conhecimento e da ação inteligente para
preservar e melhorar a qualidade ambiental pormeio de uma tecnologia harmoniosa e não
prejudicial.
Os objetivos individuais devem ser colocados em
segundo plano em prol do uso responsável do
meio ambiente.
A solução para o problema não é barrar o
desenvolvimento econômico, mas tomar
decisões mais espertas em relação ao meio
ambiente e evitar os desperdícios.

HISTÓRICO
A ciência ecologia teve um desenvolvimento gradativo eespasmódico durante a história da humanidade.
Obras de Hipócrates, Aristóteles e outros filósofos da Grécia
antiga contêm referências a temas ecológicos. Contudo, os
gregos não tinham uma palavra para a ecologia.
Muitos dos grandes personagens do renascimento biológico
dos séculos XVIII e XIX haviam contribuído para essa
área, muito embora não tenham utilizado a palavra
“ecologia”.
O vocábulo“ecologia” foi proposto pelo biólogo alemão
Ernst Haeckel em 1869.

Como campo do conhecimento distinto da ciência, a
ecologia data de cerca de 1900, mas foi nas
últimas décadas que a palavra entrou para o
vocabulário comum.
No início o campo dividia-se em ecologia vegetal e
ecologia animal.
O estabelecimento de uma teoria unificada de
ecologia geral foi possível depois dos estudos devários pioneiros da ecologia.

Clements & Shelford ⇒ conceito da comunidade biológica;
Lindeman & Hutchinson ⇒ conceitos de cadeia alimentar e
ciclagem da matéria;
Birge & Juday ⇒ estudos de lagos (importância dos
fenômenos físicos na estratificação química e biológica e
tipologia dos lagos).
Tansley ⇒ conceito de ecossistema como unidade básica.
Entre o final dos anos 60 e início da...
tracking img