Ecologia e ciencias ambientais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2168 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
G
L
O
S
S
Á
R
I
O
DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS
3a
e
d
i
ç
ã
o

Desertificação

Milhões de hectares

300
250

Desmatamento

200

Superpastejo
150

Cultivos
100
50
0

África

Ásia

Australásia

Europa
Re giões

América do Norte

América do Sul

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA
E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

1 GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

2

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

BRENO MACHADO GRISI

GLOSSÁRIO DE
ECOLOGIA
E CIÊNCIAS
AMBIENTAIS
(3ª edição revisada e ampliada)
ILUSTRADO COM FOTOS, QUADROS, FIGURAS E
GRÁFICOS

JOÃO PESSOA
2007

3

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

Breno Machado Grisi
Endereço eletrônico: brenogrisi@yahoo.com.brBlog: http://brenogrisi-ecologiaemfoco.blogspot.com

Capa: no sentido horário começando com o (i) mapa resumido dos biomas
brasileiros (informação/divulgação do Ministério do Meio Ambiente); (ii)
pintor-verdadeiro (Tangara fastuosa), pássaro da Mata Atlântica (foto de
documento sobre a Mata Atlântica, sem dados da publicação); (iii)
captação e armazenamento do dióxido de carbono (foto dedocumento
sobre iniciativa de estudos do IPCC – International Panel on Climate
Change,); (iv) gráfico representativo da desertificação mundial; (v)
carvoaria na amazônia, uma das causas do desflorestamento (foto
reproduzida de Collins, M. (ed.) (1990) The last rain forests. London,
Mitchell Beazley Publ., 200p.)

4

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

HOMENAGEIO
os “Severinos,Josés, Marias”... das caatingas do Nordeste,
“botânicos”, “zoólogos”, “ecólogos” anônimos que puseram nomes em
todas as plantas e praticamente todos os animais desse bioma
brasileiro e sempre souberam usufruir dos limitados recursos da
Natureza ao seu alcance, mesmo sem ter um mínimo conhecimento
teórico hoje propiciado pela ecologia e ciências ambientais.

DEDICO
às crianças brasileirascujos pais desprovidos de recursos, não poderão
lhes dar a oportunidade de se beneficiarem com os resultados práticos
da ciência e tecnologia

5

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

6

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

“O objetivo da ciência não é o de abrir portas para a
sabedoria infinita, mas o de estabelecer limites para o erro
infinito”
Bertolt Brecht

7 GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

8

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

Agradecimentos:
a todos que tiveram oportunidade de testar os termos inseridos nas duas
primeiras edições e cujas sugestões estimularam-me na busca da melhoria do presente
trabalho. Agradeço em particular, aos Mestres que testando as edições anteriores “na
linha de frente” dos estudos emecologia, ajudaram-me a entender que o objetivo final
de quem tenta contribuir para o conhecimento das ciências que lidam com o meio
ambiente, está sempre muito distante para ser alcançado.

9

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

10

GLOSSÁRIO DE ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS

apresentação

N

ão há nenhuma pretensão aqui de apresentar uma enciclopédia ou
dicionáriotecnológico com todos os termos ecológicos. Neste
aspecto é interessante lembrar o que diz o “The New Fowler’s
Modern English Usage” (um clássico da língua inglesa) sobre o que seja
um GLOSSÁRIO, em oposição a um Dicionário e a um Vocabulário: “um
glossário é uma lista alfabética de palavras difíceis que são usadas num
assunto ou texto específico; é usualmente de comprimento modesto; nele éselecionado o que se julga ser obscuro, enquanto num vocabulário, tudo é
julgado como obscuro; e um dicionário é um trabalho mais ambicioso,
embora tenha termos com semelhanças a de um glossário”. O objetivo
maior é definir claramente alguns dos termos mais comuns de ecologia e
ciências ambientais. São também focalizados termos que, embora de
emprego comum em outras ciências (geologia, botânica,...
tracking img