Ecologia de saberes-fazeres: perspectivas com as praxis pedagógicas em ambientes naturais e artificiais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4367 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO E LETRAS – FACEL INSTITUTO ALFA E ÔMEGA

PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL


JORDANA LORENCINI







ECOLOGIA DE SABERES-FAZERES: PERSPECTIVAS COM AS PRAXIS PEDAGÓGICAS EM AMBIENTES NATURAIS E ARTIFICIAIS














ANCHIETA – ES
2011











ECOLOGIA DE SABERES-FAZERES: PERSPECTIVAS COM AS PRAXISPEDAGÓGICAS EM AMBIENTES NATURAIS E ARTIFICIAIS


Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso de pós-graduação LATU SENSU do Instituto Alfa e Omega em convenio com a FACEL: Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras de Curitiba como requisito parcial para obtenção do grau de especialista em Educação Ambiental.

Orientador: Jeferson Mulinari e Silva.ANCHIETA – ES
2011

ECOLOGIA DE SABERES-FAZERES: PERSPECTIVAS COM AS PRAXIS PEDAGÓGICAS EM AMBIENTES NATURAIS E ARTIFICIAIS

JORDANA LORENCINI


RESUMO

Fomentar a Educação Ambiental (EA) com ecologias de saberes propostas com Santos (2005) e aqui ultrapassadas e impulsionadas de encontros e acontecimentos em saberes-fazeres com as práxis pedagógicas emambientes naturais e artificiais. É esta a proposta deste ensaio, que de forma problematizadora leva a um pensar que investiga em bibliografias com Morin (1996), Santos (2005, 2007), Maturana (2002) e a observação participante traduz uma EA socioambiental menos simplista e mais política dos conhecimentos e práticas tecidas nos cotidianos escolares na formação individual e coletiva dos/as cidadãos/as.Palavras Chaves: Educação Ambiental, Saberes-fazeres, Práxis pedagógicas.


INICIANDO...


“Semear outras soluções: os caminhos da biodiversidade e dos conhecimentos rivais” (SANTOS, 2005), título de uma discussão que abre caminhos e perspectivas para a reflexão e análise na/da EA que complexifica no sentido com Morin (1996) em tessituras de relações e acontecimentos não dicotômicas como local-global, teoria-prática, saber-fazer, tradicional-moderno, dentre outras aproximações que estão a todo momento (ou deveriam estar), nas práxis e formações pedagógicas com os cotidianos individuais e coletivos na/da escola e na/da sociedade.
Das mais variadas situações cotidianas prendem-se a atenção (mais até que o interesse), numa atividade com os alunos do 2º ano do ensino médio público,muito frequente num município do interior do estado do ES, em ambientes naturais aquáticos – mar e rio – e terrestres de ilhas, mangues e vales, além de ambientes artificiais expressivos na comunidade como escolas, igrejas, manifestações culturais de danças e em ruas principais.
Fala-se em atenção, mais até do que interesse no sentido dado por Deleuze em estudo por Kohan (2003) em seus escritossobre “Infância de um pensar”, pois é na atenção que segundo estes autores é algo que nos passa, nos atravessa e que dá o que pensar (p. 214). O interesse em linhas gerais é circunstancial e superficial. O encontro que se teve com a práxis pedagógica acima resumida na realidade ativou de tal forma o pensamento, que possibilitou e fomentou problematizações em torno desse para uma investigação maisprofunda em interlocutores e participação mais efetiva e concreta que entendesse a Educação Ambiental em dimensões além de livros e discussões didáticas e pedagógicas e sim de interações inter e transversais do meio/ ser humano/ educação.
Metodologicamente inspira-se em pensar uma pesquisa que nos leva a pensamentos que propiciam encontros (KOHAN, 2003, p. 235). Uma pesquisa para além de obterresultados e receitas, e sim de propiciar pistas, novos encontros, idéias do saber-fazer Educação Ambiental.
Desta forma, para tal pesquisa a atividade foi acompanhada numa observação participante de dois dias no primeiro semestre de 2009, como professora de Geografia, junto a outros/as professores/as de outras disciplinas. A problemática de estudo, que é a mesma deste ensaio, está na constante...
tracking img