Ecodesign

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1230 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ECODESIGN

NOVA ÉTICA DO CONSUMO, DO PROJECTO E DA PRODUÇÃO

ALMIRO MANUEL COUTINHO DE AMORIM

COMUNICAÇÃO - FAFE, 19/3/1999

1ª PARTE O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

“Desenvolvimento sustentável” foi um conceito definido pela Comissão Bruntland (World Commission on Environmental and Development, 1987) como “...o suprimento das necessidades do presente sem comprometer acapacidade das próximas gerações o fazerem no futuro...”

O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL deverá necessariamente envolver factores económicos, sociais, ambientais e tecnológicos de forma a prosseguir os seus objectivos tanto a médio como a longo prazo.
Trata-se de facto de uma profunda transformação de mentalidades e atitudes existenciais, com consequências a nível organizacional.
A produção e oconsumo sustentável resultarão de um questionamento da hierarquia de valores vigente nas sociedades contemporâneas.
Por outro lado o conceito de sustentabilidade pressupõe uma visão globalizante da gestão, transformação e distribuição dos recursos disponíveis, reequacionando as assimetrias entre as sociedades de consumo pós-industriais, a Norte e a dramática situação dos países em vias dedesenvolvimento, a Sul.

A garantia de uma gestão ecoeficiente dos recursos materiais, energéticos e humanos pressupõe um equilíbrio planetário, no qual o suprimento das necessidades humanas se faça segundo princípios sólidos e universalmente aceites.

A pratica das organizações políticas ou empresariais deverá incorporar estes princípios em cada momento da sua intervenção no quotidiano.

O CÓDIGO DEVALDEZ

O código operacional para o comportamento das organizações foi publicado pelo C.E.R.E. (Coalition for Environmentally Responsible Economies) em 1989. Os princípios formulados por este código têm como objectivo implementar a ecoeficiência através de um conjunto de estratégias empresariais que radicam na convicção da responsabilidade ética e social das organizações:

As empresas devem,segundo Valdez:

a) Assegurar a protecção da Biosfera.
b) Reduzir, separar e tratar os seus desperdícios.
c) Reduzir os riscos tanto a nível da produção de objectos ou serviços como da sua utilização no quotidiano.
d) Reparar obrigatoriamente os danos que possam causar (príncípio do poluidor pagador).
e) Criar e operacionalizar departamentos de gestão ambiental.
f) Fazer uma utilizaçãosustentável dos recursos.
g) Minimizar o consumo energético.
h) Seleccionar as fontes de energia pela sua ecocompatibilidade.
i) Promover políticas de Marketing que induzam a preferência por produtos ou serviços com qualidade ambiental.
j) Melhorar continuamente as condições de higiene e segurança no trabalho dos seus funcionários.
k) Preservar ou melhorar a qualidade ambiental do meio onde a empresase insere.
l) Promover a funcionalidade e a qualidade durável dos seus produtos ou serviços, contrariando o caracter “descartável” do consumo compulsivo.
m) Conceber o seu sistema de objectos através de uma metodologia de Ecodesign.
n) Implementar um Sistema de Qualidade eficaz e intransigente.

SOCIEDADE DE CONSUMO CIVILIZAÇÃO DA FRUIÇÃO

(QUANTIDADE)(QUALIDADE)

2ª PARTE PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DE
ECOEFICIÊNCIA

Projectar é gerir conscienciosamente os recursos disponíveis de forma a não impedir a sua auto-regeneração.

Os objectos e suas embalagens deverão conceber-se com qualidade técnica, aptidão e versatilidade de uso, durabilidade funcional e capacidade de sedução.

Deve evitar-se a concepção deobjectos que não constituam uma efectiva evolução face aos já existentes.

Os objectos a projectar deverão prever manutenção fácil e ambientalmente segura.

Devem implementar-se plataformas de produção suportadas por um partenariado empresarial organizado em cadeias de fornecimento integradas.

Os sistemas de objectos deverão ser actualizáveis, ajustando-se fácil e progressivamente às alterações...
tracking img