Dst/aids

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2698 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Os Centros de Testagem e Aconselhamento / Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE) Viva a Vida, localizado em Santo Antônio de Jesus - BA, foi fundado em dezembro de 2006 e iniciou suas atividades e m abril de 2007. Trata-se de um centro de referência para a região do Recôncavo Baiano, no tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e Hepatites Virais,cujo principal objetivo é assistir a população sob maior vulnerabilidade a estas patologias.
Dentre as atribuições do CTA/SAE, está a ampliação da cobertura e do acesso a serviços de prevenção, diagnóstico e tratamento às DST/AIDS, além de promover ações educativas e prestar atendimento humanizado à população.
As DST, em especial a infecção por HIV/AIDS, estão entre os mais preocupantesproblemas de saúde pública no Brasil e em todo o mundo (BRASIL, 2006).·.
A política nacional de combate às DST/HIV/AIDS - desde planejamento até a execução das ações de prevenção, diagnóstico e tratamento dessas doenças infecciosas, amparando-se nos preceitos básicos do SUS de universalização, integralidade e equidade, visa um amplo alcance da população brasileira, por considerar oacesso à saúde como um direito de todos os cidadãos (BRASIL, 2010).
De acordo com a Constituição Federal de 1988, os serviços de Atenção Básica devem ser estruturados para possibilitar o acolhimento, diagnóstico precoce, assistência e, quando necessário, o encaminhamento dos portadores de patologias às unidades de referência. A Atenção Básica é de fundamental importância para promoção deações em saúde, uma vez que possui uma rede de serviços capitalizada em todo território Nacional e suas equipes trabalham com enfoque na promoção da saúde, tendo uma grande inserção na comunidade (BRASIL, 2006).
Devido à magnitude que a transmissão das DST, têm apresentado no Brasil, e o seu consequente impacto à saúde da população, muitos esforços têm sido feitos para incorporaçãoefetiva das ações de combate a estas doenças em todas as instâncias da atenção à saúde.
Nesse contexto, deu-se a criação dos CTA
Todos os testes são realizados de acordo com a norma definida pelo Ministério da Saúde e com produtos registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e por ela controlados.
O empenho e a luta pelo direito de exerce o controle social do SUStem democratizado os Conselhos de Saúde, mobilizando a sociedade civil, e aumentando o interesse da população para as questões da saúde pública e gerando a necessidade de conhecimento para as atividades de fiscalização, formulação e deliberação acerca do Sistema Único de Saúde.
O perfil epidemiológico da AIDS no Brasil tem experimentado diversas mudanças ao longo dos anos. O aumento donúmero de notificações de casos de AIDS tem como causa principal a transmissão via relação heterossexual, também como à “pauperização” da epidemia, uma vez que cada vez mais ela incorpora as populações mais vulneráveis socioeconomicamente. (Szwarcwald et al.,2000)
Parker e Camargo Jr. (2000), avaliando a epidemia da AIDS no Brasil, assinalam que fatores socioeconômicos sãoidentificados como estruturantes da vulnerabilidade à infecção pelo HIV, tanto pelo grau de heterogeneidade que exibem, quanto pela desigualdade vigente entre as regiões brasileiras.
Atualmente, em articulação com os demais serviços de Saúde (SUS), os CTA são considerados serviços estratégicos para promoção da equidade no acesso ao diagnóstico e ao aconselhamento.
Através do Estágio Curricularobrigatório da Disciplina de Estágio Supervisionado II, foi possível observar os aspectos do cotidiano de serviço CTA/SAE, no contexto da política pública e social onde está inserido o programa, desta fora pretende-se com este documento contemplar o objetivo de apresentar as interface do atendimento do Assistente Social neste programa, bem como, a sua atuação na interdisciplinade....
tracking img