Dssddsds

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4965 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Seminário Velhice Fragilizada
novembro 2006 | SESC Avenida Paulista





A formação de cuidadores: acompanhamento e avaliação

Tomiko Born

Panorama sobre a formação de cuidadores profissionais e de cuidadores informais (parentes e amigos) no Brasil e em outros países. Conteúdos, o método de aprendizagem e a qualificação dos docentes que formam cuidadores. Aspectos éticos e legais daprofissão.

1. Introdução

Na década de 1980, nos cursos de Gerontologia Social do Instituto Sedes Sapientiae, Elvira Wagner, pioneira em gerontologia no Brasil (juntamente com Raquel Vieira da Cunha), referindo-se à expressão em inglês caregiver ou careprovider, chamava a atenção dos alunos para o termo cuidador, existente no vocabulário português. Quem não sabe dessa história pensa que otermo cuidador, ou melhor, cuidadora – pois sabemos que é esta uma função exercida majoritariamente por mulheres – sempre fez parte do linguajar comum.
Neste texto, farei um apanhado de algumas experiências de formação de cuidadoras de que tenho conhecimento, inclusive por participação pessoal. Introduzirei informações sobre o trabalho e a formação de cuidadoras em outros países. Concluireiindicando sugestões para que seja, sem demora, regulamentado o curso de formação de cuidadoras. Considerando a característica feminina desta função, pensei em empregar o termo cuidador na forma feminina mas, acabei desistindo por obediência às regras da nossa gramática.

2. A importância do cuidador
Muito se escreveu e pesquisou nos últimos anos sobre o cuidador. A mudança nas características etáriasda população brasileira, sobretudo o aumento da população de idades mais avançadas nos últimos decênios e as modificações na família brasileira – saída da mulher para o mercado do trabalho, diminuição do seu tamanho e a multiplicação de domicílios chefiados por mulher – tornam este tema cada dia mais importante. No XV Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia realizado em junho de correnteano, foram apresentados 24 pôsteres sobre cuidadores.
No entanto, são ainda poucas as ações de maior impacto, especialmente do poder público, no sentido de criar medidas de apoio concreto aos cuidadores. Na realidade, algumas medidas importantes foram tomadas em nível nacional, mas sofreram interrupções, pondo a perder verbas públicas e horas de trabalho voluntário de profissionais de saúde e deassistência social.
Como atividades atualmente em existência, não podemos deixar de mencionar os projetos de treinamento de cuidadores que se multiplicam sob a iniciativa de hospitais, de universidades ou de ONGs. Outros exemplos importantes são a Pastoral da Pessoa Idosa, organizada pela igreja Católica em nível nacional, e o trabalho desenvolvido pelo Dr. Oscar Del Pozzo, que produziu o vídeoCuidando do idoso em casa e o disponibilizou para movimentos de idosos e órgãos públicos, tendo em vista a formação de cuidadores informais.
Até hoje, mesmo nos países mais ricos, a maioria dos idosos, cerca de 95%, continua a ser cuidada pela família. Um vídeo para a orientação de cuidadores produzido nos Estados Unidos, na década de 1980, dizia que as funções de cuidar de uma pessoa idosaexigem, por dia, quatro horas adicionais de trabalho do cuidador. Imaginem a mulher brasileira, que já enfrenta a dupla jornada de trabalho... Além da sobrecarga de trabalho, a falta de preparo, de apoio e de orientação dos cuidadores, pode levar a internações desnecessárias de idosos em instituições de longa permanência de idosos (ILPIs) ou a atos de violência contra a pessoa cuidada.
Asconsiderações acima ressaltam a importância da formação de cuidadores de idosos tanto formais como informais. Em 1998, por iniciativa da Secretaria de Estado da Assistência Social do Ministério de Previdência e Assistência Social, colaboração da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e sob a responsabilidade do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da Escola de Enfermagem de Ribeirão...
tracking img