Dsadsadaaaaaaaaaa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3299 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ENGENHARIA DE REQUISITOS

MODELOS DE PROCESSOS
Universidade Anhanguera-Uniderp Curso: Superior em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: Engenharia de Requisitos – N20 Professora: Rosemeire Vargas Gomes Email: rosemeire.gomes@uniderp.edu.br

17/8/2012

PROCESSO DE SOFTWARE - RELEMBRANDO
Processo de software é um conjunto de atividades e resultados associados quegeram um produto de software. O processo de software estabelece um alicerce para um processo completo por meio de atividades aplicáveis a todos os projetos de software, independente de tamanho e complexidade: comunicação, planejamento, modelagem, construção e implantação.

MODELOS DE PROCESSOS
Definição: Modelos de processos são conjuntos de atividades, ações, tarefas, marcos e produtos detrabalho que são necessários para a engenharia de software. Seus tipos são:
o o o o o o o o o Modelo em Cascata; Prototipagem Modelo Incremental; Modelo Espiral Modelo RAD; Desenvolvimento Baseado em Componentes; Técnicas de 4ª Geração; Processo Unificado; Desenvolvimento Ágil.

QUAL MODELO DE PROCESSO APLICAR?
A escolha de qual processo aplicar deve se basear em como este irá se adaptar aoproblema, ao projeto, à equipe e à cultura organizacional.
Tornar os projetos mais gerenciáveis, as datas de entrega e os custos mais previsíveis e guiar as equipes de engenheiros de software na realização de seus trabalhos são as principais propostas dos modelos de processos.

QUAL MODELO DE PROCESSO APLICAR?
Porém, a aplicação de quaisquer um dos modelos de forma dogmática e sem adaptação podemaumentar a burocracia e criar dificuldades para os desenvolvedores e clientes.
A aplicação inteligente de um modelo de processo é essencial para o sucesso de um projeto.

DIFERENÇAS ENTRE OS MODELOS DE PROCESSO
Os modelos de processos diferem fundamentalmente:  No fluxo geral de atividades e tarefas;  No grau em que as tarefas de trabalho são definidas;  No grau em que os produtos dotrabalho são identificados e solicitados;  Na maneira como as atividades de garantia de qualidade são aplicadas;

DIFERENÇAS ENTRE OS MODELOS DE PROCESSO
 







No modo como o monitoramento de projeto e as atividades de controle são aplicados; No grau geral de detalhes e rigor em que o processo é descrito; No grau em que clientes e outros interessados estão envolvidos no projeto;No nível de autonomia da equipe de projeto de software; No grau em que a organização da equipe e os papéis são prescritos.

MODELOS DE PROCESSOS

MODELO EM CASCATA

MODELO EM CASCATA
O modelo em cascata, também chamado de ciclo de vida clássico, sugere uma abordagem sistemática e sequencial para o desenvolvimento de software que começa com a especificação dos requisitos pelo cliente,progredindo para o planejamento, modelagem, construção e implantação e culminando na manutenção progressiva do software produzido.

CARACTERÍSTICAS DO MODELO EM CASCATA


Modelo mais antigo e o mais amplamente usado da engenharia de software;
Modelado em função do Ciclo da Engenharia Convencional ou Tradicional; Requer uma abordagem sistemática e sequencial para o desenvolvimento de software;Cada atividade é uma fase em separado. A passagem entre fases é formal;







CARACTERÍSTICAS DO MODELO EM CASCATA
 

Software faz parte de um sistema amplo;
Envolve a coleta de requisitos em nível do sistema, com uma pequena quantidade de projeto e análise de alto nível; Esta visão é essencial quando o software deve fazer interface com outros elementos (hardware, pessoas e bancode dados).



ETAPAS DO MODELO EM CASCATA
Engenharia de Sistemas Análise de Requisitos Projeto Codificação Teste Manutenção

ETAPAS DO MODELO EM CASCATA
 Engenharia

de Sistemas:

 Exige uma intensa comunicação entre o cliente e o analista;

 O cliente deve ser capaz de entender as metas do sistema e ser capaz de especificalas ao analista;
 O analista deve saber quais...
tracking img