Dsadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1037 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Freud e o desenvolvimento psicossexual

Trabalho realizado por:
- Rafael Costa
- Nº 19- 10º5

Índice

A sexualidade para Freud 1
ID, EGO e SUPEREGO 2
Fases de desenvolvimento psicossexual 3
Etapas de desenvolvimento psicossexual 4

A sexualidade para Freud

As descobertas de Freud sobre a sexualidade infantil provocaram grande espanto na sexualidade conservadora do final do século XIX, visto que até esta época acriança era vista como um símbolo de pureza, um ser assexuado.

Ao longo dos tempos, a sociedade vem, pouco a pouco, familiarizando-se e compreendendo as diferentes formas de expressão da sexualidade infantil. Sexualidade que evolui, segundo Freud, de acordo com etapas de desenvolvimento que ele denominou de fase oral, anal, fálica, latência e genital.

Embora as características de cada umadestas fases estejam amplamente difundidas nos meios de comunicação, de tal forma que os pais possam reconhecer as manifestações desta sexualidade em seus filhos, persiste ainda muitos equívocos na forma como eles lidam com esta questão.

É comum encontrarmos pais que se espantam ao se defrontarem com seus filhos a masturbarem-se, ou que explicam com meias verdades as clássicas perguntas infantissobre a origem dos bebês.

A sexualidade na criança nasce masculina - feminina, macho ou femea, futuramente que será homem ou mulher. Entram factores culturais para modelar.

ID, EGO e SUPEREGO:



• Id: conjunto de energias psíquicas que determina os desejos do sujeito

• Ego: estrutura onde está todo conhecimento que o indivíduo possui de si e sobre o meio

• Superego: estrutura quese desenvolve a partir do conhecimento mora e valores do indivíduo. Representa a mora dentro do indivíduo.

Ao nascer, o indivíduo possui apenas o Id. Nas primeiras experiências, o bebé vai aprendendo e adquirindo conhecimento do mundo começando assim a estruturar seu ego. Enquanto o Id é uma estrutura inata, o ego e o superego são estruturas adquiridas. O ego está relacionado a fatos reais,concretos e é capaz de controlar, conter o desejo sem reprimi-lo. Já o superego está relacionado a fatos morais e pode recriminar o ego, no que é denominado autorrecriminação.
Ao se estruturarem, o ego e o superego recebem energias libidinais e agressivas, assim, todas as estruturas apresentam os dois tipos de energia.

Fases do desenvolvimento psicossexual

FASE ORAL

A fase oral é aprimeira das fases do desenvolvimento psicossexual. Embora não se possa afirmar com precisão a durabilidade de cada fase, estima-se que esta fase se desenrole até os por volta dos 18 meses de vida.

FASE ANAL

A fase Anal se inicia por volta dos dois anos e termina aos 3/4 anos de idade, aproximadamente.
O controlo fisiológico obtido nessa fase leva a criança a perceber que o controle de um modogeral é uma nova fonte de prazer. Aliado a isso, as crianças percebem que atraem a atenção dos pais por meio do uso de toillet adequado, quando recebem elogios, bem como quando não se saem bem e são repreendidas.

FASE FÁLICA

Esta fase se inicia por volta dos 4 anos e termina aos 5/7 anos aproximadamente. É nesta fase que as crianças começam a perceber as diferenças sexuais (masculinas efemininas). É também aqui que se desenrola o chamado complexo de Édipo e o desenvolvimento do superego.

PERÍODO DE LATÊNCIA

O período de latência não é uma fase do desenvolvimento psicossexual, cuja última fase é a genital. A latência é um período de repouso, descanso, onde os conflitos são bem mais brandos do que nos períodos anteriores. Como bem lembra Schulz, em Teorias da Personalidade,...
tracking img