drosophilas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
1. 1 - INTRODUÇÃO

Em 1909, a Drosophila melanogaster ou também conhecida como mosca das frutas parecia o organismo ideal para Thomas Hunt Morgan, da Columbia University, e ele começou o que viria a ser o princípio de uma nova era em pesquisa genética. Uma desvantagem importante o impedia de iniciar o trabalho com esse inseto, havia apenas uma “linhagem” de moscas disponíveis, o tipo selvagem(padrão, como ilustrado na Fig. 1



Enquanto Mendel teve simplesmente de comprar variedades de semente de ervilha, Morgan precisou gerar suas próprias variedades de moscas das frutas. Morgan esperava que variantes do tipo selvagem aparecessem se elecruzasse um número suficiente de moscas. Em um ano, e depois de examinar milhares de moscas, ele encontrou seu primeiro mutante, isto é, uma espécie que tinha uma característica herdada que a distinguia do tipo selvagem. O mutante tinha olhos brancos em vez de olhos vermelhos como era normal e foi nomeado Drosophila melanogaster mutante do tipo White (w). (Fig.2)Em 1915, Morgan e seus colaboradores tinham encontrado 85 mutantes diferentes com uma ampla quantidade de estruturas afetadas. Aparentemente em ocasiões raras, uma mudança espontânea, ou mutação, ocorria em um gene, alterando-o permanentemente de forma que essa característica alterada podia passar de geração a geração.

Cruzandoindivíduos que diferem em características facilmente visíveis (como sejam o tamanho das asas e a cor dos olhos ou do corpo) e estendendo esta análise até aos seus netos (F2), é possível determinar, ao fim de um mês, quantos genes estão envolvidos, quais os alelos dominantes e os recessivos e se o padrão de herança está, ou não, ligado ao sexo

Atualmente, este gênero de moscas é muito utilizadopara as pesquisas genéticas, pois, além do baixo custo para sua manutenção, produz grande número de descendentes viáveis do ponto de vista reprodutivo por cruzamento e tem mecanismo genético simples e comum a muitos animais, incluindo o homem, e também existe a facilidade na análise dos resultados. Seu curto ciclo de vida contribuiu para a sua utilidade (Fig.3)


Elas têm um tempo de geração(do ovo à maturidade) de cerca de 10 a 13 dias a 25° C e cada fêmea pode produzir de 200 a 300 ovos durante a sua vida. Além disso, as moscas de frutas são muito pequenas, de forma que um grande número delas pode ser mantido a disposição e elas crescem vigorosamente em laboratório.

.

Para manter uma cultura de moscas da fruta é necessário fornecer alimento, pois as larvas e moscas adultasalimentam-se essencialmente de leveduras (fonte e de proteínas) e de açúcares (fonte importante de energia). Deste modo, elas são criadas em frascos com meios de cultura de Farinha de Milho (fubá) com água. e mantidas em estufa a 25°C.
Em relação à taxonomia, a espécie da Drosophila melanogaster encontra-se taxonomicamente classificada de acordo com o quadro ao lado (Fig.4).
A Drosophilamelanogaster apresenta um cariótipo de apenas quatro pares de cromossomos homólogos (2n=8), um dos quais é muito pequeno, os dois homólogos diferentes são os cromossomos que determinam o sexo, ou seja, três destes pares de cromossomos são os autossomas (II, III e IV) e um par é o cromossoma sexual (I).
Uma mutação é definida como uma modificação permanente na informação do DNA. Estas podem serespontâneas ou induzidas e ainda afetarem as células da linha germinativa ou células da linha somática. Envolvem mutações gênicas ou mutações cromossômicas, sendo estas as mais graves porque afetam um maior número de informação.
Os tipos selvagens são espécies que não apresentam nenhuma variação no seu genoma, possuindo caráter dominante, já os mutantes aparecem quando ocorre alguma modificação...