Drogas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1518 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Antiguidade
Perucas e cabelos loiros

Para os egípcios, a aparência estava ligada ao status. O temor de piolhos e pragas fazia com que muitos raspassem a cabeça e usassem perucas. O corte mais comum era o reto, na altura da orelha. Em Creta, os cabelos crespos eram a moda. Eles usavam ferro quente para deixá-los mais ondulados.
 
Na Grécia, o loiro era o ideal. Para pintar as madeixas, elesusavam água de lixívia (um alvejante usado como água sanitária na época) ou enxugavam a cabeça com flores amarelas ou água de macela. No penteado, figuravam os pequenos coques entre as mulheres e os cortes arredondados entre os homens.
 
Foi no Império Romano que surgiu o primeiro barbeiro profissional. Os romanos tinham corantes para colocação dos cabelos e remédios e loções contra a calvice(que era considerada feia por eles). Os romanos se preocupavam tanto com a arrumação dos cabelos que foi nessa época que surgiram as primeiras cabeleireiras, chamadas cometae. 



Idade Média
Lenços e tranças
 
O moralismo do cristianismo escondeu os cabelos femininos em toucas por alguns séculos. Os germânicos inspiraram as barbas dos homens e as tranças das mulheres. As mulheres da corte edos feudos só podiam ficar sem touca longe da visão masculina. "Como o cabelo sugeria erotismo, elas raspavam a cabeça na linha da testa, das orelhas e da nuca, para que nada aparecesse quando o toucado saísse do lugar", escreve em seu livro a autora Ana Carlota.
Renascimento
Penteados da Mona Lisa
 
A touca vira mais um enfeite do que uma necessidade, e as italianas deixam mais o cabelo amostra. Outro look comum para as mulheres era o estilo de Mona Lisa, com cabelos divididos ao meio e presos atrás. O loiro e o ruivo também faziam sucesso, e as tinturas eram bem populares.
 O visual masculino tinha cabelos de comprimento médio e usados para trás.  Aos poucos, os penteados iam ficando mais complexos e extravagantes.
 Golas imensas muitas vezes impediam que se deixasse o cabelosolto, e prendê-los passou a ser tendência. A rainha Elizabeth I, da Inglaterra, usava os cabelos ruivos encaracolados, o que também virou moda.

Século XVIII
Apliques e farinha de trigo
 
A época era de excessos na Europa, o que se refletia, claro, nos cabelos. Um dos exemplos mais nítidos eram os penteados altos, de até 80 centímetros, dos quais a francesa Maria Antonieta foi uma precursora.Empoar o cabelo (cobri-lo com pó de farinha de trigo para dar o efeito branco) virou febre entre homens e mulheres da corte de muitos países, o que acabou gerando uma crise do abastecimento do produto. Na Inglaterra, a solução foi taxar os cabeleireiros.


Século XIX
Os permanentes de Marcel
 
Após a Revolução Francesa, o luxo saiu de moda. Os cortes se voltaram ao estilo greco-romano, tantopara os homens quanto para as mulheres. E o volume era muito valorizado.
 
Uma das mudanças mais importantes ocorreu no final do século, com a invenção, por parte do cabeleireiro Marcel Grateau, de um método para manter as ondas no cabelo por mais tempo, usando ferro quente. "Marcel trabalhou com as mais famosas mulheres da França, ficou muito rico", explicou em entrevista aoG1 StevenZdatny, professor da Universidade de Vermont e autor de "Hairstyles and fashion: a hairdresser's history of Paris" (

Primeira Guerra
Curtos
 
A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) muda a sociedade - e os cabelos. Os comprimentos diminuem, e os penteados ficam menos enfeitados. Em 1920, Coco Channel corta os cabelos curtos e lança a moda do formato reto com franja.
 
Outro penteado popular era o 'à lagarçonne', curto e com um fio de 'pega rapaz' - mecha colada à testa.




Segunda Guerra
Chapéus e turbantes

Anos 40 – Ondas 
A moda ressurge do meio das cinzas do período de guerra e, não longe disso, reflete a situação econômica e política vigentes. As irmãs Carita inauguram um salão de beleza. São as pioneiras dentre as mulheres a exercer a profissão de cabeleireiro e a adentrar...
tracking img