Drogas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1557 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]




SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL





APARECIDA KELLE SILVA BARBOSA





O ENFRENTAMENTO DO PROBLEMA DO CRACK NO CONTEXTO DA SAUDÉ PÚBLICA.

























JANUÁRIA
2012


APARECIDA KELLE SILVA BARBOSA

















O ENFRENTAMENTO DO PROBLEMA DO CRACK NO CONTEXTO DA SAUDÉ PÚBLICA.Trabalho apresentado ao Curso Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina.
Prof.: Giane Albiazzetti, Lisneia Rampazzo, Gleiton Lima, Rosane Malvezzi
















JANUÁRIA

2012





SUMÁRIOINTRODUÇÃO.........................................................................................04

DESENVOLVIMENTO.............................................................................05

CONCLUSÃO..........................................................................................08

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS........................................................09ANEXO....................................................................................................10


























INTRODUÇÃO



O Crack é um problema alarmante, e já está presente em varias famílias do país, representando dificuldades para todos os grupos sociais e principalmente, para o poder público. O Crack é a droga que mais causa danos aos usuários, desestruturando a família, o futuro, se vendo somente no fundo dopoço. Em pouco tempo, ele virará seu escravo e fará de tudo para tê-la sempre em mãos.
Esse estudo foi realizado com base em uma pesquisa de campo, utilizando como instrumento de coleta de dados a entrevista semiestruturada, considerando que os objetivos deste trabalho é conhecimento sobre as ações e políticas institucionais de enfrentamento do crack no Brasil no âmbito da saúde pública, e aidentificação das mesmas em sua cidade ou região, tendo em vista as graves consequências do uso abusivo dessa substância para as relações sociais na contemporaneidade, Pretende discutir sobre a questão do usuário de crack na sociedade brasileira, tentando entender a sua abrangência, buscando definir o perfil do usuário, e a busca por tratamento, no combate a esse mal público.DESENVOLVIMENTO



Na batalha contra o Crack, torna-se necessário que os pequenos municípios reordenem os serviços para atenção a esta classe, e que os usuários de drogas deixem de ver os usuários como delinquentes e bandidos, e passem a ser notados como cidadãos que estão passando por situações problemáticas e conflituosas e que convivem com o uso continuo de substanciaspsicoativas, advindos de fatores internos e externos, que influenciaram ou influenciam a busca inconstantes por satisfação fútil.

O caminho a ser trilhado pelo assistente social é de muita importância para o usuário de drogas, principalmente para a sociedade, vistos que os benefícios afetam de forma direta ou indiretamente a todos. Cabem aos assistentes sociais, e aos demais profissionaisenvolvidos nestes serviços, potencializar a rede de proteção, visando a garantia dos direitos sociais, civis e políticos, e incluir na sociedade quem está há muito tempo excluído.

Porem no município de Januaria-Mg e região próxima não há políticas institucionais de enfrentamento do Crack. Existem apenas os profissionais de saúde que trabalham no hospital, que são os responsáveis por cuidar dosusuários do Crack, quando o mesmo se encontra em situação de enfermidade devido ao uso constante da substancia.

Ao entrevistar alguns agentes de saúde visando caracterizar o perfil do usuário de Crack, perguntando: Qual o perfil do usuário do crack que são atendidos (faixa etária, sexo, tempo de uso do crack, situação familiar, adesão ao tratamento)? Obtivemos as seguintes respostas:...
tracking img