Drogas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5720 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Boletim Academia Paulista de Psicologia
Academia Paulista de Psicologia
academia@appsico.org.br

ISSN (Versión impresa): 1415-711X
BRASIL

2006
Francisco Martins / Luciano Espírito Santo / Denise Percilio / Melissa Chaves Kern
REPRESENTAÇÃO SOCIAL DA DROGA EM BRASÍLIA- O MOMENTO SÓCIOCULTURAL
Boletim Academia Paulista de Psicologia, janeiro-abril, año/vol. XXVI, número 001
AcademiaPaulista de Psicologia
Sao Paulo, Brasil
pp. 42-56

Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal
Universidad Autónoma del Estado de México
http://redalyc.uaemex.mx

Boletim Academia Paulista de Psicologia - Ano XXVI, nº 1/06: 42-56

III. PESQUISAS, TEORIAS E ESTUDOS DE CASO

• Representação social da droga em Brasília o momento sócio-cultural
Socialrepresentation of the drug in Brasília - the social-cultural moment
Francisco Martins1
Universidade de Brasília

Luciano Espírito Santo2
Pontifícia Universidade Católica de Brasília

Denise Percílio3
Instituto de Educação Superior de Brasília

Melissa Chaves Kern4
Universidade de Brasília
Resumo: Realiza-se um estudo acerca da Representação Social da Droga, em Brasília,
em grupospopulacionais e grupos profissionais. Oitenta e seis entrevistas, contendo
dados sócio-demográficos e questões específicas com relação às dimensões do consumo
de drogas – “produto”, “sujeito” e “momento sócio-cultural” -, são realizadas e submetidas
à análise de conteúdo. Neste trabalho é apresentada a dimensão “momento sócio-cultural”.
Fica evidente para a maioria das pessoas a importância datelevisão e dos relacionamentos
pessoais enquanto veículos de transmissão das informações sobre drogas, o que não
ocorre para os especialistas que trabalham nesta área. Observa-se que tanto os fatores
sociais quanto os individuais, como tendências de personalidade, são igualmente apontados
nas motivações para o uso de drogas. A população reconhece a influência da família no
uso e não-uso desubstâncias psicoativas. O sujeito, usuário de drogas, é percebido
como alguém que deve ser reabilitado socialmente.
Palavras-chave: representação social, drogas, momento sócio-cultural.
Abstract: A research about the social representation of drugs was carried out in Brasília
through populational and professional groups. Eighty six interviews containing socialdemographic data and specific questionsrelated to the dimensions of drug consuming product, subject and social-cultural moment - were done and submitted to a content analysis.
In this study, the social-cultural moment dimension is presented. The importance of TV
and personal relationships as vehicles that transmit information about drugs is evident for
most people, while for specialists that work in this area, it is not. Both social andindividual
factors, such as personality tendencies, are equally considered motivations to drug
consuming by the majority of the population. It also recognizes that family influences the
use or not of psychoactive substances. A drug consumer is seen as someone who should
be socially rehabilitated.
Keywords: Social representation, drugs, social-cultural moment.
1

42

Professor noDepartamento de Psicologia Clínica – Instituto de Psicologia e Faculdade de
Medicina.
2
Professor no Departamento de Psicologia, Universidade Católica de Brasília.
3
Professora no Inst. de Educação Superior de Brasília e Psicóloga na Fund. Hospitalar do DF.
4
Pesquisadora integrante do Laboratório de Psicanálise e Psicopatologia.

Boletim Academia Paulista de Psicologia - Ano XXVI, nº 1/06:42-56

1. Introdução
Em qualquer obra sobre a história da droga encontramos referências, cada
qual com sua significação, ao cultivo, ao tratamento e às formas variadas de
absorção de determinado produto. Parafraseando Ludwig Lewin (Citado por Brau,
1968, p. 75): “à exceção dos alimentos, nenhuma outra substância esteve tão
presente na vida dos povos, em todos os países e em todos os...
tracking img